terça-feira, 16 de dezembro de 2014

NÃO SEI O QUE ESTÁ ACONTECENDO

Arte de Maxwell Bates

Não há maior burrice do que parecer inteligente e exibir somente respostas afirmativas para qualquer tema. 

Os sábios não são aqueles que conhecem tudo, mas são os que têm a coragem de dizer não sei.

São simples, diretos, verdadeiros.

Inteligência é também a humildade de se calar.

Quem diz não sei vai aprender.

Quem diz que sabe e não sabe jamais vai crescer.

Todo mundo quer ser Google.

Ninguém mais pergunta nada.

As pessoas têm vergonha de suas dúvidas.

As pessoas têm vergonha de errar.

As pessoas têm vergonha de sua curiosidade.

As pessoas preferem concordar sem parar para enganar os outros. 

Todos professam conhecimento de modo intransigente, opinam sobre qualquer coisa, exercem uma rede de certezas que me deixa sem graça. Parece que virou crime dizer não sei.

É tanta prepotência que são capazes de fingir que estão entendendo o assunto para não correr risco de estar em desvantagem.

É uma ausência de honestidade no trabalho, no amor, na amizade.

É uma ausência de honestidade na balada, no bar, no boteco.

Diga mais "não sei" para realmente amadurecer do que um "eu sei" falso para terminar a conversa.

Ouça meu comentário na manhã desta terça-feira (16/12), na Rádio Gaúcha programa Gaúcha Hoje, apresentado por Antonio Carlos Macedo e Jocimar Farina:

3 comentários:

dinapoetisadapaz disse...

Belo texto recheado de verdades, um desafio para quem quer ser de tudo sabedor. E como existe perfis assim Fabrício. É tão bom perguntar e aprender!
Adorei a declamação !
FELIZ NATAL!
FELIZ ANO NOVO!

Fabiana Esteves disse...

Fabrício eu às vezes eu duvido se você realmente existe de verdade... Você diz o que a gente sempre quis dizer... como você mesmo escreveu: o poeta é aquele que lê as pessoas.

Cléa Morais disse...

De todas as verdades ditas, uma das mais incômodas são as pessoas que expressam suas verdades de forma intransigente. Esquecem as duas faces da moeda, os opostos, os vários ângulos e as muitas cores que surgem da ação da luz. Lindo texto! Incita muitas reflexões.