segunda-feira, 19 de outubro de 2015

ANTES DO ANTES

Arte de  Paul Delvaux

O dilema do ciúme possessivo : a pessoa se sente melhor do que o outro porque se acha pior do que o outro.

A insegurança não vem do medo de perder alguém, mas da certeza de que não vale nada.

Ela não confia em si e passa a desconfiar de sua companhia.

Ela não ama a si e cobra amor de sua companhia.

Ela não respeita os seus limites e é grosseira com a sua companhia.

Ela suspeita da natureza de seus sentimentos, e vive querendo desmascarar o quanto a sua companhia não é fiel e leal.

Ela não acredita que pode ser amada e não deixa qualquer um amá-la.

Ela não se julga merecedora da convivência, portanto tenta apressar o fim.

Ela não quer ser feliz para continuar reclamando de sua tristeza.

Só pode ser dependente, ser cuidado, quem já era independente e cuidava de si.

O amor não conserta nada, apenas evidencia o que foi feito antes da relação.

Ouça meu comentário na Itapema FM RS, na tarde dessa segunda (19/10), às 13h, apresentação de Denise Cruz:

4 comentários:

Elaine Andrade disse...

Capinejar, boa noite! Posso te definir simplesmente em um único adjetivo: SENSACIONAL!! Seus textos são incríveis! Existe sabedoria, docilidade e serenidade em tudo que você escreve. Seu dom de escrever palavras tão sensatas e verdadeiras, me elevam ao imenso prazer da leitura. Beijo no coração, Elaine.

Elaine Andrade disse...

Capinejar, boa noite! Posso te definir simplesmente em um único adjetivo: SENSACIONAL!! Seus textos são incríveis! Existe sabedoria, docilidade e serenidade em tudo que você escreve. Seu dom de escrever palavras tão sensatas e verdadeiras, me elevam ao imenso prazer da leitura. Beijo no coração, Elaine.

Nati disse...

É muita insegurança, muito medo, muita coisa negativa que não deixa com que a pessoa permita - se viver e sentir tudo o que há de mais maravilhoso na terra, seja o amor de um para o outro ou mesmo o amor próprio. Beijos

António Jesus Batalha disse...

Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
decerto que virei aqui mais vezes.
Sou António Batalha.
Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.
http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/