sexta-feira, 25 de outubro de 2013

YOGA DA IRRITAÇÃO

Arte de Paul Gauguin

Quer chamar atenção da sua mulher?

Não precisa gritar, chorar, reclamar, ser grosseiro, desaparecer e não atender celular.

Basta ficar em silêncio. Em silêncio por mais de dez minutos. Em silêncio olhando para um ponto fixo, morto.

Mulher não aguenta o silêncio masculino. Entra em pânico.

Logo ela estará perguntando:

- O que está pensando?

Se ela questionar isso, puxou a isca.

Responda: 

- Nada!

Ela não vai acreditar, e passará a rodeá-lo com outras perguntas e observações. Porque intimidade é interrogatório.

- Onde foi com a cabeça?

- Está muito longe!

- Não confia em mim? Conta..

- Você está estranho.

- Não é normal.

Sempre funciona.  Em instantes, ganhará o posto de centro do mundo. Tem grandes chances de conseguir um cafuné, uma massagem, uma comidinha fazendo chantagem com o silêncio.

É o que chamo de Yoga da irritação.

Ela só não pode descobrir que está fingindo. Mulher odeia  fingimento. Trate de ensaiar ou sofrerá sérias represálias.

E o castigo da mulher é bem mais do que o silêncio.


Ouça meu comentário na manhã de sexta (25/10) na Rádio Gaúcha, programa Gaúcha Hoje, apresentado por Antonio Carlos Macedo e Jocimar Farina:

3 comentários:

Maria Teresa Valente disse...

Fabrício você não presta, se já está difícil a convivência,imagina agora você ensinando "Yoga da Irritação?"
Adoro seu humor, me faz muito bem vir aqui. Abraços

["/]jeaninedemoraes["/] disse...

Falou tudo! A ausência da verbalização enlouquece qualquer mulher!

LuaLuê! disse...

Nossa, foi muito familiar... eu e meu marido rimos muito, porque é exatamente assim!