terça-feira, 26 de novembro de 2013

QUERO UM FILHO CONTIGO

Arte de Gina Pellón

Eu compactuo com extremismos emocionais. O amor é extremista. O amor é tudo ou nada, é muita briga, é muita declaração, é muito do muito.

Só confio em parcelamento de contas, jamais em crediário do sentimento. No amor, pago mais do que à vista, faço questão de pagar adiantado.

Se, no meio da transa, minha mulher diz que deseja ter um filho comigo, fico ainda mais excitado. Não vou broxar, não vou puxar discussão, não vou sair de perto, não vou entender como uma loucura. O pedido intensifica o arrebatamento, acelera as pernas, redobra o fôlego.

A frase é meu afrodisíaco, meu Viagra, meu Nirvana. Estalo os ossos das costas, estreio a boca.

“Quero um filho contigo” é um apelo para perder as reservas, os pudores, os medos; é quando o casal atinge a fé no relacionamento, é quando a esperança deixa de incomodar, quando os dois são um só e não fingem bom senso.

Não vejo nenhum problema em ter mais crianças, se posso sustentar e cuidar. Para mim, o futuro nunca foi um adiamento, o futuro é um convite.

Devo ser estranho, realmente um tipo incurável. Adoro quando minha mulher me confidencia no ouvido que deseja um filho comigo. É mais do que eu te amo, é eu te amo agora e também te amarei depois em nosso filho.

Nosso cheiro muda com a promessa, o corpo se incendeia, as palavras ganham ênfase, a respiração rejeita a paz.

Devo ser muito tolo e romântico, porém não me enervo com a súplica, eu me entrego ainda mais. Não sou um homem preventivo, que deixa de viver para evitar o pior. Vivo o dobro para chamar o melhor.

Tenho uma única vida para acertar, e há pouco tempo. Tenho uma imensa paixão pela minha mulher, e há pouco tempo.

Meus amigos me qualificam de burro, que eu precisava ser mais cauteloso, que peco pela ansiedade, que tomo decisões sem avaliar as consequências, que filho é uma trabalheira, que é sinônimo de privação e responsabilidade, que é para ir com calma na relação. Mas quem ama já prevendo pensão merece mesmo se separar.

Troco os pés pelas mãos de propósito, para segurar o amor com firmeza. Eu quero sempre ter um filho com minha mulher.





Publicado no jornal Zero Hora
Coluna semanal, p. 2, 26/11/2013
Porto Alegre (RS), Edição N° 17626

7 comentários:

Daniela Ventura disse...

Surpreendente como está cada dia mais intenso e verdadeiro!

Anônimo disse...

Como não Carpinejar...?

Anônimo disse...

Como não Carpinejar...?

replicas relogios disse...

REPLICAS DE RELOGIOS.TV

Estamos com parceria com o google para indicar lojas de replicas de relogios, somos pioneiros no Brasil em replicas de relogios rolex, replicas de relogios tag heuer, todos nossos produtos são de alta qualidade, de origem italiana e suiça, nossas lojas de replicas...

RELOGIOS-SP

Visite nosso site de replicas de relógios sp somos os maiores vendedores do google todos produtos são classe AAA replicas de relógios rolex, replicas de relógios tag heuer, relogios sp, replicas de relogios sp, nos faça uma visita venha em uma de nossas lojas em sp...

REPLICAS DE RELOGIOS RJ

Em conjunto com o google temos diversas lojas de replica de relogios rj, replicas, replicas de relogios tag heuer, replicas de relogios famosos, replicas de relogios rolex, todos relogios a venda são produtos importados de altíssima qualidade diretamente da Itália e Estados Unidos, confiram nossos relógios importados, entre em contato peça catálogo ou visite nossos sites parceiros....

Nossos parceiros em telas mosquiteiras importadas dos estados unidos, não propaga chamas, fungos ou mofos, são telas de fácil limpeza e protegem sua família contra picadas de insetos, principalmente os mosquitos da dengue.Telas mosquiteiras litoral norte, telas mosquiteiras sp, telas mosquiteiras ubatuba, telas mosquiteiras ilha bela, telas mosquiteiras ilha comprida, telas mosquiteiras granja vianna, telas mosquiteiras alphaville, telas mosquiteiras cotia, telas mosquiteiras jundiai

obat stroke alami disse...

nice abstrack

Paulyelson Cezar disse...

"A ansiedade no amar alivia a alma." parabéns carpinejar, cada dia mais absoluto.

Anônimo disse...

Me arrepiei com o texto. Simplesmente perfeito!