domingo, 23 de março de 2014

DEIXA COMIGO

Arte de Francis Bacon

Sofro de cacoete de vereador. Prometo antes de cumprir, me comprometo antes de pesar as consequências.

Minha generosidade é de véspera. É como assinar antes de escrever a carta. É como preencher um cheque e não abrir a conta.

Sempre posso tudo. Antes de fazer, já estou falando, já estou comemorando, já estou acertando detalhes.

Atropelo ao tirar a palavra da boca. Não verifico a disponibilidade, não sondo as chances, subestimo esforços anteriores, já confesso que será barbada, que convivo com gente capaz de facilitar o trâmite e que basta um telefonema.

É um exagero só, passo a impressão de que experimento o centro do poder de qualquer assunto. Para impressionar os envolvidos, transformo meros conhecidos em grandes amigos, converto pessoas importantes - que jamais encontrei – em confidentes.

Improviso um gabinete na varanda. Armo uma tenda de milagres na cozinha.

Em vez de ficar quieto e resolver, em vez de solucionar secretamente e anunciar o feito apenas quando realmente é certo, assumo a pendência na primeira conversa. Não declaro meus limites, muito menos respeito às peculiaridades de cada situação.

A honestidade depende do senso de realidade. E fantasio de modo inconsequente.

Há uma falsa onipotência me reinando, um Napoleão adormecido em minha mente, um Kublai Khan sedado em meu sangue.

Sim, gostaria de ajudar, mas a vontade maior é de se sentir importante ajudando. Como se precisasse eternamente do voto dos meus amigos.

Prometi um emprego ao Diego, prometi encontrar uma editora para Beto e Éverton, prometi um marchand para Tiago, prometi apressar uma cirurgia para Geverson... Todos estão esperando religiosamente. Já foram meses, e não obtive nenhum resultado. Não vingou minha influência, não rendeu minha lábia, não alcancei nenhum privilégio. Tentei, e tampouco fui ouvido, igual a eles.

E agora, o que respondo?

Serei obrigado a dizer um “não” constrangido quando poderia ter dito um “não” altivo.

Eu me decepciono frustrando os outros. Criei expectativas à toa. Mexi com destinos e alegria familiares impunemente. Não respeitei ciclos da vida e a ordem natural da burocracia, procurei demonstrar facilidades irreais.

Meu comportamento não decorre da falta de popularidade, é megalomania mesmo. Sou um hospital de caridade sem leitos, sou uma creche infantil sem brinquedos.

Deveria ser cassado, isso que nem tenho cargo eletivo.
  
Publicado no jornal Zero Hora
Revista Donna, p.6
Porto Alegre (RS), 23/03/2014 Edição N° 17741

8 comentários:

Anônimo disse...

Se achar um g minusculo tera nova amizade amanha
GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGgGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGGGGGGGGGGG GGGGGG
*Agora procuras o “C” maiúsculo e seu desejo será realizado: SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSCS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSSSSSSSS SSSSSSSSS
*Isso é realmente difícil,agora procure o “9”: 666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666966666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666666 6666
* Algo que realmente desejas: realiza aconta ...1O 9 8 7 6 5 4 3 2 1 ... Agora fecha os olhos e pede um desejo!
*Agora* Passa esta mensagens em 10 comentários diferentes e o teu desejo irá se tornar realidade ! Repasse ! Tens 20 minutos , se não cumprires o prazo o desejo que pediste irá se realizar ao contrario.e se não curti também

obat tradisional diabetes melitus disse...

thanks infonya :)

obat tradisional penyakit stroke disse...

nice share :)

cabelosindianos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
trinity sete disse...

É, isto geralmente ocorre quando a emoção "ofusca" a razão...
É preciso exercitar o ser comedido,senão atrapalha-se tudo, o equilíbrio é uma das qualidades mais necessárias hj em dia.
Uma coisa é querer outra coisa muito diferente é poder,o que geralmente leva-se tempo de calma espera, não "aflita" espera como casualmente vemos.
É um exercício extremamente necessário... não "encavalar" as coisas
As coisas nem sempre são como imaginamos, teoria é uma coisa,prática, outra que exige muitos detalhes e pormenores mas que com a precipitação e impaciência pode nem vir a ocorrer...
há que se esperar o tempo certo de todas as coisas.....
Mas nada que um post como o seu não nos abra os olhos e nos alerte! rs

Karolly disse...

Sem perceber, somos políticos não eleitos!

ana disse...

Assim é como um poeta se relaciona. Nao pode ver ninguem aflito ou ansioso, já quer ajudar, diminuir o sofrimento dos outros. Sou poeta e sei do que estou falando e felizmente tenho um amigo poeta que tambem é assim. O melhor amigo que uma pessoa pode ter é um amigo poeta. Infelizmente existem poucos no mundo. Na maioria das vezes ele consegue fazer uma grande diferenca na vida das pessoas.

Gabibis disse...

Olha, Fabrício... eu poderia pegar seu texto e colar no meu e dizer: Fabrício me conhece e me descreveu nessa crônica. Mas seria meio injusto.
Então ler, saber que você também faz parte do meu dentro, que fazemos parte da mesma teia de pensamentos, já me agrada muito. Entender que dentro de mim tem um Carpinejar, já me deixa bem confortada por ser como eu sou.
Cada um é particularmente do jeito que é e todos somos uma parte de cada um. Daqui a pouco esbarro com a minha parte ruim.