segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

NÃO JOGUE FORA SUAS LÁGRIMAS

Arte de Man Ray

Sou apaixonado por pesquisas estranhas, como as que avaliam o salto acrobático das pulgas entre cães e gatos. Não sei o que os cientistas vêm tomando – mas também quero. Perto deles, os escritores sofrem de bloqueio criativo.

Agora existe uma nova enquete publicada na revista Science e coordenada por instituto israelense de que as lágrimas das mulheres podem combater o câncer de próstata e inibir a calvície. Ao beber as lágrimas femininas, os homens têm redução dos níveis de testosterona. Ficam mais sensíveis, o ritmo cardíaco e respiratório amansado. É como transformar Guiñazu em Bebeto.

Com a descoberta, minha vontade é me ajoelhar e pedir desculpa a Cínthya. Quando se debulhava, ela me oferecia os efeitos medicinais dos seus olhos.

Eu esperava a cura de tudo o que é doença a partir das plantas raras na Amazônia enquanto o soro miraculoso estava na minha cara. Ou melhor, na cara dela.

As lágrimas são florais, a TPM é uma benção, o mundo passa a fazer sentido, explicam a choradeira, o melodrama e as frequentes crises temperamentais de nossas parceiras

Deliro com o impacto da novidade entre os casais. Os maridos coletando lágrimas das esposas, criando calhas nos óculos escuros.

Relacionamentos tristes nunca terminariam. Relacionamentos alegres durariam pouco.

– Por que você se separou?
– Minha mulher não chora mais.

Toda semana, as namoradas receberiam convite para assistir filmes românticos, açucarados, em que os protagonistas se amam e um deles morre ao final. Entraríamos no cinema com o saco de pipocas e outro saquinho de plástico para as lágrimas. Assistiríamos cinco vezes o mesmo título sem reclamar.

– Está chorando?
– É um cisco.
– Tudo bem, me avise quando chorar, tá, quero estar por perto?

A indústria de lenços iria quebrar. Hollywood contrataria apenas jovens franzinos e raquíticos, nerds e intelectuais. Em vez de procurar aplique e perucas, carecas comprariam poções de choro. Os maridos discutiriam a relação com planilhas. Começariam falando mal da sogra e terminariam falando mal da sogra, para não ter queda de rendimento.

Nada seria desperdiçado. Nenhuma gota.

Pena que a pesquisa revela que as lágrimas das mulheres diminuem também o apetite sexual masculino.






Publicado no jornal Zero Hora
Segundo Caderno, coluna quinzenal, p. 3, 17/01/2011
Porto Alegre (RS), Edição N° 16583

28 comentários:

blogdafamiliasereno disse...

Muito bom, Fabrício. Sou mais um carpinejeiro aqui de Juiz de Fora, Minas Gerais. Te descobri a pouco, você estava na minha casa e eu nem sabia. Um forte abraço. José Anísio.

Mattos disse...

Reduzindo o nosso apetite teríamos mais lágrimas, redução da velha "dor de cabeça" e redução de mulheres que dormem com calça jeans.
Prefiro vê-las sorrindo.
Salvo essas "grandes" pesquisas, sempre digo: "quando acabar o maluco sou eu!" Raul

Cândice Guzmán disse...

Não vale mesmo a pena fazer chorar uma mulher, não é? rsrs! Sem lágrimas aqui por João Pessoa, Carpinejar! Valeu!

Clara disse...

Muito bom! hahahahah
Ótima conclusão.

paranax disse...

uma velha tia
sempre dizia
que "a vida
é um vale
de lágrimas" ..
.

Helena Reis disse...

Sem palavras, cara.
Tu é fantástico.
Espero ver você mais vezes.
BH te espera sempre de braços abertos.

Eliana Guedes Mussnich disse...

Não, não jogo. Beijo da Eli

Tiago M? (o Berro d'água) disse...

Saudações PoÉticas

Robert!nha Dutra disse...

to morrendo de rir...
enfim, tudo que é milagroso d+ tem um efeito colateral avassalador... c'est la vie!

Marisa Pimenta disse...

Adorei conhecer seu blog, este texto é super legal, mas nem tudo é perfeito!!!!!
Tenho um blog que dedico às crianças e um pouco aos que gostam de Contos de Fadas e Fábulas. Visite: http://palavrasdoimaginário.blogspot.com, será um prazer ter um comentário seu. Abraços

Esconderijo do Observador disse...

Engraçado, comigo é o oposto.
Lágrimas femininas me dão tesão.
Um abraço do observador.

sandra camurça disse...

Com relação ao último parágrafo: é meu querido,tudo na vida tem seu preço, rsrs...

Texto inspirado, com muito senso de humor.
Beijo

Rα i sα ~ disse...

No fundo, acho que todo homem nasce sabendo o que os cientistas acabaram de descobrir - mero instinto. Explicaria todo um sem fim de canalhices e as lágrimas subsequentes. É um teoria...

Bruna disse...

Hahaha, é. Nada é perfeito!

Aline Patrícia disse...

Muito bom, texto informativo e bastante espirituoso...
Se a sugestão fosse seguida, eu, que sou uma chorona incontrolável, poderia ser bastante útil (?) aos homens e seus problemas. [risos]
Só que, vendo por outro lado, a relação custo-benefício apresentada no último parágrafo mostra que não seria tão válido o aumento da produção de lágrimas femininas...
É, meu caro, nada nesse mundo vem de graça!

Abraços :)

Tania Aires disse...

Muito bom, mesmo!!! Vc é ótimo!!!

Fada disse...

O preço é muito alto, melhor não.
Os carecas são charmosos, os Proctologistas vão continuar dando seus "toques" e quem tem ritmo cardíaco calmo é defunto...
Bj

Bianka disse...

HAUAHUAHAUAHAUAHUA eeita, como você é otimo mesmo.

Pasárgada disse...

Olha, nada melhor do ler uma crônica do Carpinejar em qualquer momento que seja, ela sempre serve. Tem sempre algo a te acrescentar. Mesmo que as conclusões sejam tão drásticas! rs

É muito redundante falar que a crônica está ótima. Vai aqui mais um parabéns para a sua coleção!

ingridbrasilino.com

Core disse...

hahahaha! muito bom!

lipidu disse...

Gente, tô me pocando de rir com tudo isso hahahaha muito bom!

Margareth disse...

Tudo pelo bem da ciência e da humanidade que brotam esperanças de curas. Minha participação seria a menor possível, pois pouco choro, quase nunca. Quando choro, diante dos fatos, tenho raiva das minhas fraquezas e choro porque chorei. No caso da minha irmã é o contrário, chora até umas horas. É uma manteiga derretida, nem sereno resolve, às vezes digo que ela apanhou muito pra nascer e sente a dor até hoje. Basta uma simples provocação de um cisco. Em meio as duvidas, resta saber se os olhos femininos iriam deixar suas paqueras e namoros de banda para colocarem fabricas lágrimas nos ramos dos negócios. Quais seriam os meios de produção????........: Solidão, abandono, sofrimento, chifres, galhos, gaias ou com elegância traições,... Ou anular Maria da penha? Essa pesquisa tem que amadurecer ou deixá-la só como uma pequena possibilidade, pois além de manter as mulheres em eternas tristezas, o cardápio sexual dos homens atingiria músculos e nervos, deixando-os preocupados com a obesidade a ponto de iniciar uma triste dieta acasalante. Não dá. O cientista tem que tomar outros rumos para curar carecas e C A.
Margareth.

† Bruna disse...

Concordo que ultimamente estão surgindo cada pesquisa científica estranha! HAUIEHAE
Muito bom o texto!

*-*

Isolda disse...

Amei....

Aline Viana disse...

Eu também quero isso que os cientistas estão tomando!
É uma pesquisa mais louca que a outra, rsrsrs Quem é que paga por tudo isso? Ou, como diria o meu pai, "Olha o que fazem com o meu dinheiro", rsrsrs

Beijos

Junior disse...

Muito sábio! Adorei! Minha inspiração vem daqui!

Meu Blog: http://www.juniorvla.blogspot.com/

Mari Bernun disse...

Muito bom! Me diverti lendo e lembrei de uma pesquisa que ouvi outro dia no rádio de que rir e assobiar transmite mais bactéria do que tossir e espirrar . Imagina! rsrs

Cláudio disse...

Fabrício:
"la lágrima es no sólo de los que lloran",

Para Esmeralda.