terça-feira, 29 de novembro de 2011

PAREM DE MATAR CACHORROS!

(ou a memória é um retrovisor que não tem como arrancar)

Arte de Hans Hofmann

Na BR-116, é certo que encontrarei engarrafamento e cachorro morto. A cada animalzinho estirado na mureta, tapo os olhos de meu filho Vicente – não é uma boa recordação para se levar à escola logo de manhã.

Mas fui notando que teria que deixá-lo vendado o trajeto inteiro. No intervalo de 10 quilômetros, avistava um novo corpo já despossuído de alma e Deus, inchado e anônimo, sem a gentileza de cruz e o amparo da coleira.

Cachorro atropelado na Grande Porto Alegre é tão frequente quanto as capivaras abatidas na BR-471.

Procurava desvendar como o cão atingiu o miolo da estrada. Na minha idealização, o bicho esquecera o caminho de volta e não contara com sorte ao cruzar a mão dupla. Por uma série de tristes casualidades, fora jogado na loucura assassina de um autorama.

Não me passava maldade pela cabeça. Sei o quanto um cachorro costuma cheirar caminhos e se distrair com facilidade.

Até que descobri que existe um nazismo canino. Cachorros são abandonados na rodovia pelos próprios donos. Aquilo que vejo todo o dia não representa acidentes, é, sim, resultado de uma matança deliberada.

Famílias compram ou recebem de presente um cãozinho, acham que é barbada cuidar, enfrentam uma semana de experiência, gastam demais com ração e higiene, e decidem sacrificar o hóspede. Sem tempo a perder, desaparecem com as provas de uma existência. E ainda raciocinam que não é um assassinato, que Palmira Gobbi é apenas o nome de uma avenida. Fingem acreditar que não cometeram mal nenhum, largaram o pequeno à mera provação do destino.

O motivo é sempre gratuito. Matam o cão para prevenir incômodos. Ou porque ele adoeceu ou envelheceu. Ou porque o remédio e o veterinário são caros ou porque o abrigo é longe e não podem se atrasar para o trabalho.

Que mundo é este? Pela janela, eliminam uma vida com a leviandade de alguém que arremessa longe uma bagana de cigarro, uma embalagem de picolé, um saco de salgadinho. Absolutamente crentes na impunidade.

Quem faz isso não merece perdão. Não merece explicação. Não merece defesa. É um crime premeditado. A mais implacável execução que conheço, antecedida de lenta tortura emocional.

Repare na insensibilidade: o dono mente ao seu cachorro que irão passear, para desová-lo no corredor da morte. Calcule o terror do bichinho quando não entende o castigo, e corre uivando, desesperado, atrás de um carro que nunca será mais o seu.

Cansei de esconder os olhos de meu filho.





Publicado no jornal Zero Hora
Coluna semanal, p. 2, 29/11/2011
Porto Alegre (RS), Edição N° 16902

81 comentários:

Por que você faz poema? disse...

Os olhos dos nossos filhos ainda verão
muitos cães abandonados
nessa existência.

RicHardOak disse...

Fera, é como sempre digo, quem maltrata os animais são as pessoas que gostam/criam (de) animais, eu por exemplo digo que respeito bem mais eles por nem ao menos submete-los/subjuga-los a estima, do que estes inconsequentes...! É simples porém prolixo... Compram pra suprir uma carência afetiva e não arcam com o resto, é como ter filho pra brincar de boneca, cansou? Joga fora!
abraçow
Ric

Cibele (Que seja infinito) disse...

aii fiquei com dó dos bichinhos! muita maldade :(

Viviane Gabe Souza disse...

Infelizmente somos obrigados a ver diariamente essas cenas cruéis promovidas pela covardia humana. Eu,não consigo imaginar que uma pessoa que comete um crime desse, tenha um coração batendo no peito.
Parabéns pela crônica, esse assunto precisa ser exaustivamente explorado.

" O Justo olho pela vida dos animais, mas o coração do ímpio é cruel." Prov 12:10

Ana Elisa Bobrzyk disse...

Fico feliz que tenha trazido este assunto à tona. A mídia é tão massiva e cansativa no trato com alguns temas, chegando até a ser superficial e esquece de outros que merecem um destaque maior porque fazem sim parte de nosso cotidiano e de nossas vidas. Afinal, vemos maldades com animais o tempo todo e em todos os lugares!!!
Obrigada pela sua sensibilidade!

... disse...

Minha mae fez isso com uma cachorra ha uns 20 etantos anos... ,Mas ela conseguiu voltar pra casa! Depois de muitas conversas e explicaçoes ela foi levada para um sitio. Ficamos todos tristes mas, ao menos, consolados... Uhnmmm... triste a lembrança.

Fábio Ludwig disse...

Jogar o papel do picolé na rua já deveria ser crime. O curioso é que brasileiro muda seu comportamento assim que cruza a fronteira do país. Vira civilizado. Por que será? Talvez pela suspeita de punidade.

dani disse...

Emocionada com essas palavras... hoje pela manhã chorei ao ver um gato atropelado na beira da estrada. Ate quando?
:(

Anônimo disse...

Sou usuário da br 116 e realmente vejo diariamente cães mortos junto a mureta central..ocorre que essa região, até o Vale dos Sinos, é muito povoada e portanto existem muitos cães vira-latas nas ruas...os pobres animais andam pelas ruas e acabam tentando cruzar a br 116, porém são impedidos de atravessar pela mureta e acabam atropelados...essa parece ser a causa maior dos atropelamentos...

www.vocenasocial.com.br disse...

Parabéns por colocar esse assunto em pauta. É com muita tristeza que vemos que cada dia mais pessoas chegam a mesma conclusão. Não sei mais que mundo é esse e procuro simples explicações, extremamente difíceis de encontrar.

Patricia disse...

Parabéns por tratar sobre um assunto que tantos fecham os olhos. A tecnologia pode até evoluir em um velocidade fora do comum, mas o ser humano lamentavelmente vem perdendo o controle e decrescendo. É como um vírus no planeta, sem consciência ou capacidade de respeitar, tanto uns aos outros, como os outros seres.
Um cãozinho virou um brinquedo, uma diversão inclusive para monstruosidades. Existem pessoas que compram animais só pelo prazer da tortura!
Enfim, gostei muito do texto! Mas infelizmente essa é a realidade do povo brasileiro e de toda a população no mundo! Mas ainda acho que no Brasil essa situação é um pouco mais lamentável! Se arrastamos uma pessoa com o carro para que fique em carne viva, somos presos, se arrastamos um cachorro...pagamos multa!
Esse é o mundo que o ser humano criou e esse mundo não vai mudar tão cedo. Digo e repito, o ser humano é um vírus, é um câncer!

Giovana Damaceno disse...

A isso dá-se o nome de posse irresponsável. Ter animal não é pra quem quer.

Anônimo disse...

Olá Fabrício Carpinejar

Gosto muito de suas colunas, mas essa de hoje é essencialmente especial. Sou defensora ferrenha dos animais pq eles precisam das pessoas, eles não tem SUS plano dea saúde, bolsa família, e ainda são nossos amigos leais. E olha o que nós fazemos com eles. Esse seu protesto é também meu e acredito que de muitas pessoas de bem. O ser humano é pior inimigo do cachorro, o maltrata , o engana, o envenena. Talvez o título poderia ser; PAREM DE ABANDONAR CACHORROS.

Ivany disse...

Há uma crise generalizada de respeito. `No caso dos animais, em especial, é muito triste porque eles não têm voz. Onde será que se perdeu o parafuso ou o botão da sensibilidade, que impede o ser humano de reconhecer e de ensinarem seus filhos que os animais são seres sencientes, não objetos de consumo. Vergonha...

Rúbida Rosa disse...

Desde 'O gato preto' de Poe, as pessoas tendem a maltratar os animais, na certeza da impunidade. É realmente lamentável que isso aconteça, no 'retrovisor' de todo mundo e que nada seja feito em favor dessas criaturas indefesas.Afinal, não são os animais que atravessam nossas ruas, mas nossas ruas que atravessaram o lugar dos animais.

carol disse...

É ISSO MESMO!E É TÃO TRISTE!!!!! VAMOS CRIAR UMA CONSCIÊNCIA COLETIVA!!

Michele disse...

Parabéns pelo texto, incrível!
Não consigo acreditar até onde vai a maldade humana... Seres humanos ainda podem se defender, implorar... o que um cachorrinho pode fazer? Ele confia plenamente em você e o abandona?! é um absurdo! Que esta discussão venha à tona e n seja esquecida... Animal não é brinquedo!

Magali Castilhos disse...

Se eu já te adorava antes, agora então...Muito importante a tua abordagem.
Eu não imaginava que a maldade contra os animais estivesse neste grau!
Dá vontade de pedir: Para o mundo porque eu quero descer!

Um abraço e parabéns pela iniciativa.

Beth disse...

A maldade humana é algo indescritível por ser racional. Abandonar cães para serem atropelados é o mesmo que colocar veneno em petiscos para matar gatos porque sujam, com suas patinhas, calçadas ladrilhadas de futilidades.

Flávia Mazzêo disse...

Tão triste como abandonar animais é mutilá-los por diversão. Chegou a ver essa matéria? Estou revoltada... Não consegui nem assistir ao vídeo.

- http://g1.globo.com/paraiba/noticia/2011/11/video-mostra-cao-sendo-arrastado-na-pb-policia-pode-aplicar-prisao-e-multa.html

Grande abraço,
Flávia Mazzêo.

Vanessa Lampert disse...

Fabro, isso sem contar os que fazem esse tipo de coisa porque querem "veranear" e não têm com quem deixar seu cachorro (ou gato). Vão para a praia e lá pegam outro cachorro (ou gato), que será abandonado ao final do verão. Por isso tantos animais nas ruas das praias do Rio Grande do Sul.

É triste e indignante imaginar que o ser humano tenha chegado a esse nível de descaso com a vida. Depois não sabemos o porquê do nosso mundo estar do jeito que está...quando se abre espaço para a maldade desta maneira, o mal se infiltra em cada espaço, em cada poro, em cada partícula que encontrar pela frente.

Gostei muito do seu texto, me foi compartilhado por uma amiga no facebook. É, infelizmente, uma realidade que encontramos todos os dias e contra a qual lutamos, incansavelmente, acreditando que será possível ao menos convencer as pessoas de que animais não são bichos de pelúcia e que é necessário ser responsável ao adotar.

Gatos, então, são muito mais maltratados, desprezados e abandonados do que os cães, por causa do preconceito, de mitos e da falta de informação.

Obrigada por não esconder os olhos de seus leitores.

Beijos!

Anônimo disse...

Triste e realista...

Catiane(Nova amante de seus textos)

Anônimo disse...

Obrigada por expor uma verdade tão terrível.
Quanto mais esta barbaridade for apresentada como a atrocidade que é , menos pessoas terão o descaramento de faze-lo !!

Ramiro Conceição disse...

“Que mundo é este? Pela janela, eliminam uma vida com a leviandade de alguém que arremessa longe uma bagana de cigarro…”.

Augusto de Campos, na introdução do “Verso Reverso Controverso”, disse isso:

“ Assim como há gente que tem medo do novo, há gente que tem medo do antigo. Eu defenderei até a morte o novo por causa do antigo e até a vida o antigo por causa do novo”.

Dito isso, escrevi…


AMIGOS
by Ramiro Conceição

Não ter medo do efetivo novo.
Não ter medo do efetivo antigo.
Novo e antigo são afetivamente
amigos!

Bibiana Couto - Adote Cuiabá disse...

Parabéns pelo texto, excelente!

O abandono de animais de estimação é um dos maiores crimes cometidos no país! Impunemente!
Nos CCZs que aceitam a entrega de animais, a grande maioria dos animais é deixada pelos próprios donos, que pedem que matem aquele animal, pois o mesmo 'não me serve mais'.
Nas últimas semanas há um 'movimento' nas redes sociais pedindo que as pessoas parem de postar fotos de animais 'em sofrimento'. Com a popularização das redes sociais, a população omissa pode saber o quanto é comum os maus-tratos aos animais, a todo minuto surge um apelo, nem que seja de um animal para adoção.
Não defendo o uso de imagens chocantes como única estratégia, mas o pedido para que as pessoas não repassem estes anúncios novamente mostra os cidadãos querendo fechar os olhos!

Todo animal abandonado já teve um lar!
E a população de animais nas ruas só não é absurda, a ponto de tornar impossível o 'funcionamento' de uma cidade, porque quase todos morrem, ou atropelados, ou vítimas de outros maus-tratos ou pelo próprio poder público (com o aval da sociedade).

Rosângela Grub Costa disse...

Adorei o texto, Carpinejar!
É exatamente isso que sinto, SEMPRE que presencio as mesmas cenas que tu descreveste.
Dói. Dói muito.
OBrigada.

Anônimo disse...

minha meta na vida é ser tão bom quanto meu cão pensa que eu sou! parabéns fabricio pelo texto!
seu filho com certeza será uma pessoa de bem como vc. agora que exemplo estes pais q ignoram a vida animal dão aos seus filhos...

Anônimo disse...

E muitas vezes essas mesmas pessoas que cometem tal crueldade se acham aptas a dizer que o cão é o melhor amigo do homem! Muito triste isso! Carpinejar, mais uma vez a sua matéria foi DEZ!

Cão em Quadrinhos disse...

Amei o texto também! Parabéns por fazer as pessoas refletirem!

Leticia Nunes Lessa disse...

Bela reflexão! Precisamos ver o que se passa ao nosso redor!

Anônimo disse...

PARABÉNS PELA INICIATIVA E POR ABORDAR TÃO IMPORTANTE ASSUNTO!

ESTÁ GRITANTE.. TA NA HORA DE HAVER LEIS E FISCALIZAÇÃO PARA OS CRIMES CONTRA OS ANIMAIS NESTA PAÍS!

Anônimo disse...

FABRICIO, FANTASTICO TEU TEXTO,...
MAS HUMANO É ISTO AÍ MESMO, MUITA FRAQUEZA AINDA...
QUE BOM SE A SOCIEDADE MUDASSE OS COSTUMES.. E AS PESSOAS TIVESSEM MAIS CORAGEM NA VIDA....

camila disse...

eu não entendo por que as pessoas no brasil não são responsabilizadas pelas atrocidades que cometem.

Juliana disse...

Perfeito o texto! Aqui em Santa Cruz temos uma ONG chamada AJA - Ações de Justiça pelos Animais, que faz um trabalho educativo nas escolas, para que as crianças aprendam como deve-se tratar o animalzinho que se tem em casa. Talvez assim essas crianças, quando adultas, sejam melhores que os adultos de hoje, que ainda tratam os cães como se não fossem um ser humano...

Dan Porto disse...

A utilidade do texto
Mesmo que literário, o texto deve servir a algo. Fabrício Carpinejar deu provas disso hoje, escrevendo o texto que compartilhei abaixo (no Facebook). Não serve enchermos livros de frases e mais frases se não melhoramos o mundo.

felipe disse...

Ainda bem que o fim do mundo está próximo e dai isso vai acabar.Milhares de animais sofrendo e sendo mal tratados. Que o mundo acabe logo. O bicho homem não tem cura. Só a morte.

Fraga disse...

Caraca!!! Sou cachorreiro pra burro e apesar de saber de todas as doidices humanas contra esses animaizinhos, teu texto me chocou.
Pior é saber que não há uma solução, a raça humana comete atrocidades desde sua gênese e irá ser assim até sua extinção.
Melhor é louvar as boas ações, as atitudes positivas e torcer que elas se multipliquem com muita velocidade. Só assim podemos ter menos cachorros mortos nas rodovias e mais pessoas boas e sensatas no planeta.
Forte abraço! (parabéns não precisas, sabes que é grande)

Luciano K. Fraga

Anônimo disse...

Muitos são atropelados e não morrem na hora... ficam agonizando, se arrastando sangrando e ninguém para para ajudar. Alguns tem a sorte de alguma protetora cruzar o caminho da BR e não se preocupar em chegar atrasada ao trabalho, não se preocupar em sujar seu carro, colocar o animal dentro e levar a um veterinário. Tb não se preocupar com a conta naquele momento, por acreditar que haverá solidariedade de simpatizantes que a ajudarão com os gastos (nem sempre isso acontece). Quem sabe mais pessoas comecem a ajudar animais nessas situações, ao invés de achar que não podem fazer nada. Vai ser bem mais fácil para todo mundo, principalmente, para os animais que sobrevivem aos atropelamentos.
Marcela
Mural dos Bichos RS - Projeto Animal é Tri!
https://www.facebook.com/pages/Mural-dos-Bichos-RS-Projeto-Animal-%C3%A9-Tri/126911310728156?sk=wall

Anônimo disse...

Infelismente existem pessoas más, inconseqüentes,loucas que não pensam no sofrimento doa animais acham que eles não sente dor não tem sentimentos. inrracíonais são essas pessoas que não merecem ser chamadas de seres humanos. esses sim merecem todo o castigo do mundo. eu acredito na justiça divina ela demora + não falha. e para esses infelizes o destino já está traçado depois não venha chorar que a vida deles é uma Merda.

Anônimo disse...

O QUE ME CONFORTA É SABER QUE HÁ PESSOAS E ENTIDADES SERÍSSIMAS QUE AMAM E PROTEGEM, ACIMA DE TUDO, INCONDICIONALMENTE, ESSES SERES TÃO AMADOS, INDEFESOS E DEPENDENTES DE NÓS, E QUE PESSOAS TÃO RUINS COMO ESTAS, DESPROVIDAS DE AMOR AO PRÓXIMO E A SÍ PRÓPRIO, CERTAMENTE PAGARÃO MUITO CARO NO DECORRER OU NO FINAL DE SEUS DIAS.

ALAN GUERREIRO
CAXIAS DO SUL
dr.alanguerreiro@hotmail.com
ALIÁS, PESSOAS RUINS?
NÃO, ESTA CORJA DA HUMANIDADE NÃO PODE SER CHAMADA DE PESSOA, TALVEZ DE DEJETO HUMANO, OU COISA PIOR,SE É QUE EXISTE.
OBRIGADO À SOAMA E AO AMOR VIRALATA DE CAXIAS DO SUL, QUE COM A COLABORAÇÃO DE CENTENAS DE ANJOS ANÔNIMOS, EM ESPECIAL SRA.ROSITA E SUA FILHA FERNANDA, ZELAM PELOS ANIMAIZINHOS ABANDONADOS E PERDIDOS DE NOSSA CIDADE.
QUE DEUS E SÃO FRANCISCO DE ASSIS PROTEJAM E ILUMINAM ESSAS PESSOAS, PARA QUE CONTINUEM ESTE ÁRDUO MAS GRATIFICANTE OFÍCIO.

Rogeris Luiz Mossmann disse...

Se é duro ver estes cachorros mortos na beira das estradas, o que pensar nos animais bem cuidados mas mortos dentro dos nossos pátios por bandidos que passam pela rua jogando bolas de carne e veneno? O que um infeliz destes deve estar pensando? Que monstro é este?
Aqui em Arambaré/RS isto é comum e as autoridades não fazem nada...

Cleyton Cabral disse...

Eu lati e vieram ondas nos olhos.

Anônimo disse...

Aqui, em Cuiabá, lutamos bravamente contra este tipo de coisa: pessoas que abandonam seus animais a própria sorte. Poder público que não se manifesta e não toma providências, e gatos e cães vagando pelas ruas da cidade, famintos, doentes, tristes. Apenas os voluntários de Ongs de proteção são os únicos que sentem pelos animais e tentam ajudar. Mas, são poucos os voluntários e ainda mais escassos os recursos, equanto as animais abandonados só aumentam.

Angela Jordão (Cuiabá-MT)

Joaninha disse...

Sim, meu caminho ate canoas, cotidiano triste e incerto...hoje,por coincidência, as 1750 ao voltar,me deparei com um já em estado avançado de decomposição...triste pois adotei uma e sempre. Ajudo as protegidas a salvar aa vida desse q considero como filhos...amo os animais e me escandalizo com as barbáries q acontecem com eles nas ruas, em alguns lares e agropecuarias...queria justiça pelos pobres indefesos...Giane-Porto Alegre-RS

Anônimo disse...

Obrigada por transmitir o que sempre me trouxe e me traz ainda tanta tristeza. Achei que estivesse sozinha nessa constatação e no pesadelo que isso causa.
O problema é que a frieza e o individualismo humanos só tendem a piorar, pois a conveniência, associada à cultura do descarte e da felicidade imediatista parecem ditar as regras atualmente, contrariando todos os valores que recebemos de nossos avós.
Natureza sucumbe. Pessoas sensíveis sofrem.
Eu pouparia meu filho de assistir a isso o quanto fosse possível.

Anônimo disse...

"Existem pessoas que não gostam de cães... Estas com certeza, nunca
tiveram em sua vida Um Amigo de quatro patas, ou se tiveram, nunca
olharam dentro daqueles olhos para perceber quem estava ali.
Um cão é um anjo, que vem ao mundo ensinar Amor! Quem mais pode
dar Amor incondicional? Amizade sem pedir nada em troca? Afeição sem
esperar retorno? Proteção sem ganhar nada? Fidelidade vinte e quatro horas por dia?
Ah! não me venham com essa de que os Pais fazem isso, porque os Pais
são humanos e quando os agredimos ficam irritados e se afastam...
Um cão não se afasta, mesmo quando você o agride; ele retorna cabisbaixo,
pedindo desculpas por algo que não fez. Lambe suas mãos, a suplicar perdão.
Alguns anjos não possuem asas, possuem quatro patas, um corpo peludo,
nariz de bolinha, orelhas de atenção, olhar de aflição e carência.

Apesar dessa aparência, são tão anjos quanto os outros (aqueles com asas!)
e se dedicam aos humanos tanto quanto qualquer anjo costuma dedicar-se.
As vezes, um humano veste a capa de anjo e sai pelas ruas a resgatar
anjos abandonados à própria sorte e lhes cura as feridas alimenta,
abriga, só para ter a sensação de haver ajudado um anjo...

DEUS quando nos fez humanos, sabia que precisaríamos de guardiões
materiais que nos tirasse do corpo, as aflições dos sentidos e nos permitissem
sobreviver, a cada dia com quase nada, além do olhar e da lambida de um cão!
Que bom seria, se todos os humanos pudessem ver a
humanidade perfeita de Um Cão!!!"

Beth Gonçalves disse...

Carpinejar, teu texto só reforça a necessidade das pessoas repensarem sobre a responsbilidade de se assumir o controle sobre outra vida. Exigem cuidados veterinários, medicamentos, ração, vacinas, passeios, cuidados de higiene, amor, carinho e tempo disponível. Mas em contrapartida recebemos amor incondicional, companhia, apoio, encorajamento e incontáveis horas de bem-estar. Economizamos medicamentos, terapeutas e idas ao médico. Descobrimos novos amigos e vários interesses em comum. Somos mais felizes certamente.
Valeu Carpinejar. Você é dez!!!

Cari disse...

Aqui em Caxias não é diferente. TEmos muitos DESUMANOS fazendo isso. é lastimável. deveria ser crime inafiançável abandonar um animal que sempre te deu alegria e afeto. Que exemplos horrendos para nossos filhos. Deus abençoe aquelas pessoas que fazem o bem. E que destine a sentença a quem pratica esses atos horrendos.

Gabee disse...

Adotei a SIMONINHA, um caso bem sucedido de uma sapeca que foi recolhida às margens da BR 116, em Canoas, depois de ser atirada pela janela de um carro em movimento...!
Ela teve muita sorte de se livrar de um psicopata, depois ser encontrada por uma menina que mandou e-mail com fotinhos dela para adoção, e ainda desse e-mail ter chegado até mim!!

3 anos depois, ela está aprendendo a superar o trauma de entrar dentro de um carro... Até então, só de entrar num carro, mesmo parado, ela começava a se babar e vomitar!!

... Eu tenho a sorte de ganhar todo dia muito amor de um ser tão especial e ela de ter todo carinho que merece!!!!

.Djegovsky. disse...

"Animais" O pessoal tem que usar essa palavra com mais cuidado.

Será que todos esses autoproclamados "defensores dos animais" não comem um churrasco de vez em quando?
Se for o caso, melhor substituírem a palavra "animais" por "cães e gatos".

Anônimo disse...

Fico feliz que participe e divulgue nosso sentimento de tristeza e repúdio ao abandono e mau trato aos animais.Nós protetores convivemos com isso no dia a dia, e tentamos resgatar e tratar de parte desse imenso exército de esquecido!Mas é um trabalho solitário, e só tenho a dizer:
Ah, se as pessoas soubessem o que há por trás de um focinho… Focinho úmido, geladinho, preto, marrom, desbotadinho... Ah, se as pessoas soubessem o valor de um focinho, focinho medroso ou metido, focinho manhoso, carinhoso, simples amigos focinhos... Ah, se as pessoas tivessem ao menos um focinho, não sobre o próprio rosto, mas em carne, pêlo e osso, fonte pura de carinho... Ah, se as pessoas protegessem os focinhos... Focinhos que vivem sozinhos, amores desperdiçados, focinhos amargurados, focinhos pra todo lado... Ah, se as pessoas conhecessem os focinhos, quanto amor, quanto carinho, anjos peludos, sem narizinhos, anjos fofos atrás de focinhos... Ah, se eu pudesse ver todos os focinhos, amados e acolhidos, crianças da criação, anjos de bem querer, focinhos em plena evolução... Ah, se as pessoas soubessem, quanto amor e dedicação, quanta vida, quanta paixão, quanto vale o amor de um cão, um leão, um gatinho...
Vanessa Bergman

Kapletto disse...

Andar pela 386 é testar as habilidade de reconhecimento de cadáveres animais... lebres? cães? lagartos? Quem saberá agora que virou apenas uma poça vermelha...
---
http://de1qualquer.blogspot.com/
http://variaveisocultas.blogspot.com/

Isadora Tormin disse...

"Haverá sempre, em algum lugar, um cão abandonado,
que me impedirá de ser feliz" - Jean Anouilh

... tenho esse mesmo sentimento...

Maíra da Fonseca Ramos disse...

Horrível mesmo, pena que é uma realidade triste e cada vez mais comum. Não sei o que se passa na cabeça dos donos, mas nada justifica essa atitude.

.Djegovsky. disse...

Sinto um desagradável cheiro de hipocrisia no ar...

Ana F. disse...

Concordo - sem perdão.

Re disse...

Esse foi um dos textos mais tristes que já li no seu blog. É terrível pensar a que ponto chega a crueldade humana!

Maria Queiróz disse...

Ainda que triste seja a matéria, mas sabemos que é a mais pura realidade e que convivemos com ela em nosso nosso dia a dia e na proteção é incorformável. Tive adminiração ao ler a frase "Até que descobri que existe um nazismo canino. Cachorros são abandonados na rodovia pelos próprios donos. Aquilo que vejo todo o dia não representa acidentes, é, sim, resultado de uma matança deliberada."
Não temos mais certeza nada, não sabemos mais o que é certo e errado, educamos, educamos e no final até crianças abandonam seus animais, que form melhores amigos e que lá na frente morrem. Parabenizo! Parabenizo e estarei publicando no meu blog, com devido respeito e direito autoral. Maria Queiróz htt://protetoresindependentes.blogspot.com

Anônimo disse...

Muito triste a realidade desses animais. Sou "mãe" dos animais abandonados de minha rua. Dou comida e água diariamente e, quando criam, coloco leite com pão para os bichinhos. Graças a Deus aqui em casa todos são apaixonados por cachorros!Tivemos 3 em épocas diferentes - Sandy Maria - por descuido foi atropelada; Toffy de Assis - morto por um animal maior e Pufy José - morreu com 16 anos. Fiquei muito triste quando esse último morreu. Todos os meu vizinho sabem o quanto gosto e trazem sempre os meus amiguinhos para me verem. Não quero mais me apegar a nenhum deles prq sofro muito quando fazem maldades com esses indefesos animais. Um grande abraço e vamos continuar defendendo esses pobres animais. Rita Ramos / Varre-Sai/RJ

Lari disse...

Adorei tua crônica! li logo de manhã quando saiu na Zero e senti uma identificação com a revolta contra quem maltrata os animais!Nossos motoristas são descuidados, as estradas traiçoeiras e claro, os humanos cruéis, descartam os animais como se fossem lixo mesmo!
Num natal não muito distante fizeram o mesmo, porém não numa estrada movimentada e sim na rua da minha tia, vimos tudo e meus tios pegaram o filhotinho abandonado, está lá, faceiro.Felizes os que encontram um lar de amor!

Ana Teresa disse...

Matéria verdadeira, infelizmente. Torna-se comum a desova de animais "inconvenientes".
A maldade humana extrapola todas as fronteiras da misericórdia.

teresinhawinter disse...

Ainda bem que li esse texto de um escritor, pessoa que não é ligada diretamente à proteção animal e fez essa constatação no seu dia a dia. Os protetores de animais são considerados loucos, "não têm mais o que fazer", "dondocas" deslumbradas, desocupados, "deviam se preocupar com as criancinhas" e mais um monte de besteiras. Debocham, desprezam, inferiorizam, todos se sentem no direito de nos diminuir socialmente, pessoalmente, inclusive, e principalmente, pessoas que deveriam nos defender, como policia, brigada militar, promotores e até juízes. Sentimos pena, sim, mas queremos, acima de tudo, que a LEI seja cumprida. Mas parece que somente NÓS queremos isso, que os que deveriam defendê-la não querem, ou dizem que têm coisas mais importantes a fazer. Um nojo!!! A impunidade é a causa do CAOS que grassa neste país. E a maldade não deve ser levada em conta somente em relação ao seu objeto, mas, principalmente, em relação à própria maldade cometida. Quem é mau o é de todas as maneiras. Não existe uma criatura má com os animais e boníssima com as pessoas. Isso é "papo pra boi dormir".

Anônimo disse...

Gostaria de dizer apenas Obrigada pela crônica. Tenho a certeza que as tuas palavras representaram muito bem a voz do povo que ama e defende os animais.
Teu texto valeu muito a pena para se ver, que há alguém com "poder da comunicação" que possui o mínimo de consideração aos animais.
Vejo que animais comunitários principalmente, são vistos apenas como um incômodo, sem ter o mínimo de direito de permanecer nas ruas.
Assim é no trânsito, que muitos condutores de veículos não se prestam nem para frear quando veem um animal atravessando a rua. Triste essa realidade, mas são pessoas como você que não me deixam ficar completamente desacreditada da sociedade.
Mais uma vez OBRIGADA pelas palavras!!!

GabCar disse...

Divulgue seu site grátis em mais de 30 sites automaticamente
todos os dias e garanta um aumento significativo em suas visitas.
Anuncie grátis, divulgação gratuita, divulgação grátis, anuncios
grátis, anunciar blog, divulgar blog grátis e muito mais.


Saiba Mais:
http://www.blogsdox.com

Anônimo disse...

Ótimo teu texto. Eu adoro animais,tenho 4,entre gatos e cachorros e cuido deles como de filhos. Já deixei de viajar em algumas ocasiões por não ter quem cuidasse deles na minha ausência.Não é por serem animais que não temos responsabilidade com eles...O Brasil,infelizmente,tem uma grande quantidade de bárbaros e irresponsáveis,além dos corruptos e sem-vergonhas habituais. E as nossas leis não valem nada,não são aplicadas...se houvesse um sistema onde valesse a lei de crueldade contra os animais e as pessoas fossem punidas pelo descaso ou maus tratos,com multa ou até cadeia,como acontece nos EUA,essas barbaridades com certeza,diminuiriam. O nosso país não é desenvolvido como queremos acreditar...é muito mais parecido com um paiseco africano de terceiro mundo pela mentalidade burra e primitiva de muitos dos seus cidadãos.

cecilia bessa disse...

Doeu ler isso, pois sabemos que é a mais pura e cruel verdade... o que se esperar de uma raça que joga fora no lixo o próprio filho? Se não se respeita a própria espécie, quem dirá as outras... resta-nos trabalhar (muito) pela conscientização e pelo amor.

Janaina disse...

Até quando vamos ter que conviver com animais que se intitulam 'seres humanos'.?Tenho pena de mim mesma por ser de uma raça tão inferior..Animais nos amam sem pedir nada em troca..

Anônimo disse...

oi, Carpinejar!

Venho expressar gratidão pela forma tão profunda como tu relatastes tão triste, porém real, assunto.
os queridos pets dependem quase que totalmente de nós, seres humanos.
melhorar a qualidade de vida desses bichinhos é um trabalho contínuo de adoção, castração, etc., e de conscientização para que proprietários que maltratam ou descuidam de seus animais mudem sua forma de pensar e agir.

eliminar o abandono e maus tratos aos bichos é um trabalho da responsabilidade de cada um.

a união promove resultados mais rápidos e tu já estás fazendo uma parte do pedaço que te cabe, ao meu ver, um trabalho sério de divulgação e conscientização.

nós, defensores dos bichos e da natureza, faremos a nossa parte em nosso meio, da melhor forma que pudermos.


" Em algum lugar, sempre haverá um cãozinho abandonado me impedindo de ser feliz.
Jean Anouilb"


Shaiane Urmann - leitora do jornal e colaboradora, com muito orgulho da ONG de proteção aos animais BICHO VADIO - Cidade de Erechim

Maria Tereza disse...

Hj li uma notícia que me deixou indignada: um dono enterrou o próprio cachorro, que é um filhote, vivo. Certamente pelo mesmo motivo que esses donos abandonam seus bichinhos. Chorei de pena do filhote que foi enterrado. Felizmente ele sobreviveu. Será que existe gente ruim nesse mundo?? Oo

Vilma Lopes disse...

Olá Amigos!
Que bom que existem pessoas como vocês que estão preocupados na causa animal.
Será que alguém do grupo é um trabalhador, empresário, comerciante, dono de escola, asilo, tem amigos na sua rua ou outro local que tenha um cantinho para colocar e adotar com o grupo um animal abandonado. Aquele bichinho que está passando agora- aí na tua frente.Cada um dá um pouquinho e ele se salva. No meu edifício adotamos uma cadelinha linda. Hoje tem vários donos. Os que não gostam dela não estam fazendo falta. A "pretinha" está bem e feliz.
Pessoal do bem, vamos em frente.

Anônimo disse...

Adorei o texto.
Além dos maus tratos a que são submetidos estes bichinhos indefesos, tem ainda esta sensação ruim que sentimos ao ver um animal morto assim. Quem faz isto, não pensa nem no animal, nem em quem passa pela estrada e vê o resultado da irresponsabilidade destes seres ditos humanos... e ainda coloca vidas humanas em risco, pois o bichinho sem querer pode causar um acidente grave ao ser atropelado... lamentável...

Anônimo disse...

Adorei o texto.
Além dos maus tratos a que são submetidos estes bichinhos indefesos, tem ainda esta sensação ruim que sentimos ao ver um animal morto assim. Quem faz isto, não pensa nem no animal, nem em quem passa pela estrada e vê o resultado da irresponsabilidade destes seres ditos humanos... e ainda coloca vidas humanas em risco, pois o bichinho sem querer pode causar um acidente grave ao ser atropelado... lamentável...

Anabel Langraffi

Angelica Bessa disse...

Na BR-040 temos alguns montes de cães com suas vísceras expostas diariamente. Passo por lá quando estou indo a um abrigo de cães e gatos abandonados o Augusto Abrigo.
Lá temos uns 12 cães deficientes que escaparam da BR.

Lindo texto

Bruno Simomura disse...

Muitos seres humanos infelizmente são covardes. É complicado!

Bruno Simomura disse...

Muitos seres humanos infelizmente são covardes.

Anônimo disse...

Todos esses animais devem morrer eles nao merecem viver porra os unicos que merecem viver sao os umanos animais imundos eu sinto maior prazer em matar animais hahahahaha

Anônimo disse...

Sim, concordo que pessoas desocupadas compram cachorros para passar o tempo…vao trabalhar bando de vagabundas!!! ta faltando vergonha na cara...

Anônimo disse...

O que não passa pela cabeça de quem abandona um animal à beira da pista é que o está deixando para morrer rápido - se for atropelado - ou lentamente, se aprender a desviar de carros.
Seja como for, é uma brutalidade.
Mas, para muitos, a brutalidade não incomoda se for longe da vista...
E depois de algum tempo arrumam outro cão e o ciclo recomeça.

Giovanna Trindade disse...

eu acho, na minha opinião, que as pessoas deveriam pensar antes de agir, e se colocar no lugar do animal, pois todos no sabemos que eles não tem culpa de nossos erros e, acabam sofrendo por conta disso. mas para muitos essa é a única atitude certa a fazer. eles não pensam na dor que é morrer e ter a certeza de que nunca mais poderá ver a luz do sol novamente ou, poder desfrutar de ar puro e sentir seu coração batendo, dizendo para ele que esta vivo. e eu deixo essa mensagem para essas pessoas que pensão a respeito de que matar animais é certo.

Anônimo disse...

concordo plenamente... não sei como essas pessoas tem coragem de faze isso com esses pobres animais... para mim essas pessoas devem estar com um parafuso a menos(ou mais de um pelo visto). nao estou escrevendo isso para ofender essas pessoas, mas sim para tentar mudar um pouco essa mente cheia de ambicao por matar "cachorros"...nao sei quem foi a pessoa que conseguiu transformar a mente dessas pessoas assim... nem eu seria capaz de pensar em fazer uma coisa dessas... sinceramente...ninguem merece... tem tanta gente querendo um animal pra cuidar mas nao conseguem por causa dessas pessoas...espero que esta mensagem os ajude a refletir sobre isso...e realmente nao me importo se quiserem me questionar... obrigada...

Anônimo disse...

MATAR CACHORROS E ERRADO