sexta-feira, 15 de maio de 2015

UM LADRÃO SERIA MAIS DELICADO

 Arte de Sonia Delaunay

Depois do acordo do divórcio, uma amiga recebeu de volta o carro que estava com o ex.

O carro veio com três multas, IPVA vencido dos dois últimos anos, pneus carecas, sem rádio, bancos mofados, janela trincada, perda da garantia por atraso na revisão.

Ele não se interessou em preservar o bem em comum. Ou demonstrar que tinha capricho com o que não era dele.

Cuidou do veículo do mesmo jeito que cuidou da relação.

No fundo, ela nem precisava explicar para ninguém o motivo do fim do casamento.

Era só oferecer carona.

Ouça o comentário na manhã desta terça-feira (12/05), na Rádio Gaúcha, programa Gaúcha Hoje, com Antonio Carlos Macedo e Jocimar Farina:

Um comentário:

Débora Brauner disse...

Adorei! Um amigo me falou de seus textos e vim conferir, realmente muito bons! Parabéns!