sexta-feira, 17 de julho de 2015

CRISE DOS SETE ANOS

 
Arte de John William Waterhouse

Você dorme de costas para seu marido ou esposa?

Você é o último a saber do que está acontecendo dentro da própria casa?

Você parece que não tem mais o que dizer?

Você perdeu o interesse em comum com sua companhia?

Você somente é criticado, mesmo quando tenta ajudar?

As aparências não importam mais?

Usa desculpas para evitar discussões e problemas?

Finge que nada está acontecendo?

Talvez você esteja enfrentando a crise dos sete anos de casamento.

Jura que é infeliz, mas eu tenho inveja de você. Você tem um casamento que conseguiu a proeza de atingir sete anos.

Queria estar em seu lugar. Para enfrentar esta crise, você precisou ter antes a sorte de um casamento longo.

Já é complicado um relacionamento durar sete semanas ou sete meses. Alcançou sete anos de intimidade com alguém, dividindo os hábitos e somando as vidas. Não é pouco, não é troco, não jogue fora.

Ouça meu comentário na manhã dessa sexta-feira (17/7), na Rádio Gaúcha, programa Gaúcha Hoje, com Antonio Carlos Macedo e Jocimar Farina:


3 comentários:

ana disse...

Entendo seu comentário... Vou fazer 34 anos de casada e cada dia é mais maravilhoso do que o outro. Meus pais vão completar 60 anos de casados em dezembro, e dizem que ficar casados por tanto tempo é a maior delícia do mundo.

Fer GR disse...

É ruim mesmo. É ruim porqu ninguém tem paciência pra nada. Veja bem. Faz quatro meses que estou tentando uma conversa o resto produtiva sobre um texo antigo. Ai eu não obtenho mas concordo que seja lá ocupado para debater a aula feminina. MasCom todo respeito a culpa não é das mulheres, explico: homens podem ser adoráveis mas podem ser insuportáveis, homens têm tpm
Homens não sabem ser ignorados mas não querem ser agradados
E digo mais há tipos de homens. Os que casam certamente passam a penetrar na mulher a figura da mãe e viram chatos
Pois bem
Na minha crise de até anos ficou bem claro
Eu tinha um propósito. Meu marido esperava outro. Eu disse: estou infeliz
Não sou impaciente Mac não vou parar a vida abdicando dos meus sonhos, sendo subserviente e ainda sabendo que a moral é uma questão de tempo ( como disse Gabo)
Nos mulheres que temos três turnos : trabalho, estudo ou filhos e casa pra cuidar, acabamos virando amargas.
Clarissa pimkola estes fala bem sobre isso. E aí o marido fica descontente. E ai temos a crise que é boa culpa. O homem email vai achar uma mulher piriguete. !.. etimologicamente: uma mulher que causa perigo .. e vão adorar
Não sei ser cruel. Eu culpo a desatenção dos homens
Jamais deixo alguém falando sozinho
Jamais esqueço um n pedido
As vezes não durmo
Sou gentil
E ainda pacientemente busco umas respostas sobre tuas crônicas
Não sei se vou ter
Mas talvez seja porque não trevas tempo
Spy positiva
Já quem não tem argumentos se esconde.
Faço o mesmo já um mês com testosterona.blog ou testosterona+ tanto faz e eles devem estar vendo xvideis

Kelly Shimohiro disse...

O amor não é igual todos os dias... É a dança da vida a dois. E a crise talvez seja um jeito mais dark de dançarmos. Vamos lá!!