quarta-feira, 10 de outubro de 2012

ALE

Arte de Eduardo Nasi
 

Você pode usar abrigos velhos e camisas furadas, que continuará linda. Você pode acumular polainas nos tornozelos, que continuará linda. Você pode vestir uma calça boyfriend e anular as curvas, que continuará linda. Você pode calçar sandálias gladiadoras, insuportáveis até no carnaval, que continuará linda. Você pode vir com roupão branco de judô, que continuará linda. Você pode recorrer à boina de Che Guevara e bottons da revolução cubana, que continuará linda. Você pode se travestir de brilhos, lantejoulas e peruca rosa, que continuará linda. Você pode se apagar num maiô preto e recatado, que continuará linda. Você pode se plastificar com capa de chuva, que continuará linda. Você pode cruzar a bolsa no peito, que continuará linda. Você pode mascar chiclete de boca aberta, que continuará linda. Você pode combinar saia e tênis, que continuará linda. Você pode se vulgarizar com unhas e cílios postiços, que continuará linda. Você pode assumir colete com bolsos, que continuará linda. Você pode sumir em pijamas longos e de bolinhas, que continuará linda. Você pode masculinizar seus trajes, engrossar as sobrancelhas, que continuará linda. Você pode cortar seus cabelos, zerar seus cabelos, pintar seus cabelos, que continuará linda. Você pode se cobrir de burka e segredar a penugem loira do pescoço, que continuará linda. Você pode passear de pantufas e adereços infantis pelos corredores da casa, que continuará linda. Você pode pôr calcinhas cor de pele, que continuará linda. Você pode se encher de pulseiras, colares e brincos, que continuará linda. Você pode se furar de piercings e argolas, que continuará linda. Você pode se deprimir, engordar, virar uma nécessaire de ansiolíticos, que continuará linda. Você pode emagrecer demais, afinar os ossos dos ombros, que continuará linda. Você pode adotar cicatrizes e barbear as veias, que continuará linda. Você pode fazer tatuagens cafonas com ideogramas, que continuará linda. Você pode cuspir na rua, desaforar no trânsito, brigar com garçons, que continuará linda. Você pode não pintar o rosto, dispensar batom e lápis, que continuará linda. Você pode se sonegar os melhores vestidos, boicotar cuidados, que continuará linda. Você pode parar de dormir, chorar a noite inteira, que continuará linda. Você pode adoecer no escuro do quarto, fechar as cortinas para os vizinhos, desistir do mundo, que continuará linda.

Você pode se piorar com todo o ânimo, falir a aparência com todo o empenho, apressar a velhice com toda a juventude, recusar a se colaborar com todo o orgulho, mas não tem como esconder sua beleza.

Ela vai aparecer de qualquer jeito.
 





Crônica publicada no site Vida Breve
Colunista de quarta-feira

16 comentários:

Sobrevidente disse...

A sua beleza é sua identidade, impressao digital
Meus olhos são como leitora optica que te capturam pela beleza
Não importa o quanto tente inverter a situação, sempre será linda!

Sempre descrevo minha namorada assim para ela mesma.
Acho que amar é enxergar o lindo e fazer da tentativa de desleixo, uma toque exotico

Maria Carolina Vasques disse...

Adorei Fabrício!! Além de tudo, é um verdadeiro manual do que uma mulher não deve fazer!! Beijos pra você.

ૐ 'Priscylα disse...

A beleza nem sempre existe só fora! Adorei :)

Ale disse...

Incrível!!!!!
Sempre gostei dos teus textos, e hoje quando minha amiga me manda o linck do teu blog, dou de cara com esse "ALE" claro que além de lindo me arrepiei toda, por que meu apelido é ALE... Hheheheheh

Anônimo disse...

HAHAHA a Ale é a cíntia. Que bom que vocês voltaram. Mas sejam mais corajosos e evitem cifras. nós gostamos de vocês originais. sem pseudônimos. bj

Carpinejar disse...

Hahahaha. Não é. beijos

Anônimo disse...

mmm que pena..... :(

Anônimo disse...

.... e sorte da Ale! :)

Carine Morais disse...

Você pode com toda força do mundo escrever sem vontade, falar o que não lhe vem na telha, ou o que lhe vem sem nexo, cometer erros de Português,escrever em Árabe,Latim ou Libanês que eu vou continuar amando o que você escreve.

A ALE pode ser ELA, e quem quer que seja, possui imensurável beleza.
Lindo texto!

Carine Morais disse...

Um forte abraço! ;)

Anônimo disse...

Fico MUITO feliz de ver esse comecinho de namoro (sim, acho mesmo que vai dar namoro, casamento e bisnetos, rs) entre você e a Alessandra (Ale) Siedschlag. <3

Anônimo disse...

Fico MUITO feliz de ver esse comecinho de namoro (sim, acho mesmo que vai dar namoro, casamento e bisnetos, rs) entre você e a Alessandra (Ale) Siedschlag. <3

Anônimo disse...

Fico MUITO feliz de ver esse comecinho de namoro (sim, acho mesmo que vai dar namoro, casamento e bisnetos, rs) entre você e a Alessandra (Ale) Siedschlag. <3

Jul Priscila disse...

Quero uma declaração destas pra mim! E não só nas "horas boas" mas sim nos momentos de crise nos quais eu mesma me ponho em dúvidas. Amar tem que ser assim 24h/7d! Sorte pra ti!

Anônimo disse...

tbm acho q Ale é a Lele =) e torço mto!

ganhar dinheiro disse...

parabens pelo belissimo blog, acompanho o mesmo desde 2010, recomendo a muitas pessoas. Parabens