sexta-feira, 19 de outubro de 2012

REDUÇÃO DAQUILO

Arte de Egon Schiele

Conheci gente que fez cirurgia de redução de estômago, de nariz, de orelhas.

Mas um amigo inacreditavelmente reduziu aquilo. Aquilo!

É um esnobe de tão humilde. Um arrogante de tão modesto.

O médico perguntou:

- Tem certeza disso? Não está cometendo um grande erro?

Ele falou que tinha certeza.

E negou o presente que recebeu de Deus. O dom. O excesso.

Explicou que aquilo mais se assemelhava a uma maldição.

Disse que aquilo somente atrapalhava sua vida. Era anti-anatômico

Não podia usar sunga que logo chamava atenção. Não podia usar abrigo que se transformava em atentado violento ao pudor.  

As namoradas reclamavam. Precisava explicar e pedir para não ter medo. Já se sentia uma aberração. Um homem-elefante.

Não ficava à vontade nas aulas de Educação Física. Nem usava os vestiários do clube.

Recebia apelidos desagradáveis como Obelisco.

Assim como alguém alto é apenas convidado a jogar basquete, ele somente era convidado a filme pornô.

Você que vivia pedindo centímetros a mais, lamentando contra seu tamanho normal, agradeça a sorte! Os bem-dotados também sofrem, os bem-dotados também são vítimas de bullying.

Ouça meu comentário na manhã de sexta (19/10) na Rádio Gaúcha, no programa Gaúcha Hoje, apresentado por Antonio Carlos Macedo e Daniel Scola:

4 comentários:

Por que você faz poema? disse...

A autoestima de um pé de mesa não tem preço, homens de pau pequeno são cabisbaixos, introvertidos, inseguros. Homens de pau pequeno são obrigados a ser inteligentes.

Élida Maria disse...

Rs que ironia.

luisventurafotografia disse...

Fabricio, sem inspiração? :-(

ganhar dinheiro disse...

parabens pelo belissimo blog, acompanho o mesmo desde 2010, recomendo a muitas pessoas. Parabens