terça-feira, 16 de julho de 2013

A INTENÇÃO DESMERECIDA

Arte de Giacometti

Meu amigo preparou o almoço. Uma massa pesto maravilhosa.

Quando sua esposa apareceu em casa, fui elogiar:

 Seu marido é um autêntico chef italiano. Cozinhou uma massa e tanto. 

Adivinha o que ela respondeu?

 Assim é fácil, qualquer um faz, ele usou molho pronto. 

Em vez de comemorar o capricho do marido, ela desdenhou. Ela subestimou. Ela colocou o sujeito para baixo. Ela diminuiu a importância do ato. 

De repente, nem percebemos o quanto rebaixamos quem a gente ama. 

Pelo pretexto da sinceridade. Pelo pretexto da espontaneidade. 

É um desejo de desmascarar totalmente dispensável, é um desejo de ser mais verdadeiro do que a verdade totalmente desnecessário. 

A pessoa se esforça em ser gentil e agradar e não respeitamos a tentativa, não reconhecemos a intenção.

Temos que avacalhar, mostrar que o outro não é perfeito, expor fraquezas publicamente, entregar os defeitos. Para quê?   

Devia ser o contrário. Os casais deviam se proteger, deviam se cuidar, deviam se unir pelas virtudes.

Os casais deviam se incentivar, se elogiar, se respeitar. 

Acordar e escolher algo bom a ser dito, algo bom a ser sublinhado.  Não alimentar o rancor já no café da manhã. 

O mundo do trabalho já é tão cheio de crítica, o mundo do trabalho já é tão perverso, não é justo maltratar nossa família. 

Ouça meu comentário na manhã de terça-feira (16/7) na Rádio Gaúcha, programa Gaúcha Hoje, apresentado por Antonio Carlos Macedo e Jocimar Farina:

3 comentários:

Caio Bov disse...

Meu caro, vou te falar, achar uma mulher de verdade hoje em dia não está nada fácil. Tenho 41 anos, só encontrei a minha aos 39. Não por acaso, filha de japoneses.

Todos os dias tento ser um homem melhor. Por ela, e por nosso filho.

Paulo Ricardo disse...

Olá Fabrício, eu te ouço na Rádio Gaúcha com frequência pela manhã e confesso que geralmente discordo dos seus comentários, e por vezes os considero sem fundamento, mas digo que ao te ouvir hoje achei fantástico, tendo que dar uma nota não poderia ser outra a não ser 10, perfeito, não teria como ficar melhor, comentei ela com minha mulher e vc vai me ajudar a salvar o nosso casamento com certeza, simples, objetivo e real, como um casal tem que ser, parabéns.

ana disse...

Concordo com o Caio. E encontrar um homem de verdade hoje em dia também é quase impossivel. Sorte a nossa, que encontramos.