sexta-feira, 26 de julho de 2013

DELÍCIAS DO INVERNO

Arte de Jean Philippe Arthur Dubuffet

Reclamamos que está frio a cada quinze minutos, falamos do tempo a cada quinze minutos.

Mas o inverno é uma maravilha para o amor e para preguiça.

O quero-quero de pantufas sabe disso.

Tem certas coisas deliciosas que só o frio traz:

– Dormir de conchinha, com os pés colados.
– Usar uma meia sobre a outra.
– Tomar chá, café e chocolate quente, tudo que tem fumaça.
– Escrever nos vidros embaçados.
– Cheirar os cabelos depois do banho.
– Pôr luvas que combinem com as botas.
– Vestir casacos pretos de mafioso.
– Beber vinho e ficar corado.
– Comer bobagens e não se sentir gordo.
– Buscar um lugarzinho na frente do fogão a lenha.
– Namorar no sofá com edredon velho cobrindo os joelhos.
– Acordar tarde no final de semana.
– Pedir para a mulher, por favor, levar o cachorro a passear.

Ouça o que falei na manhã de sexta (26/7) na Rádio Gaúcha, programa Gaúcha Hoje, apresentado por Antonio Carlos Macedo e Jocimar Farina:

3 comentários:

Ana Sofia Domareski disse...

Tem coisas que só ele mesmo pode nos proporcionar! Como não amá-lo?

Ritinha disse...

Ah! que delicia tudo, principamente dormir de conchinha, que é algo ma-ra-vi-lho-sooooo!!
beijos e excelente final de semana com aquele friozinho peculiar do inverno.
Ritinha

Briane Sommer disse...

Mais um adicionado à minha lista! Ah, os autores gaúchos e seus sotaques que me fazem lembrar das minhas raízes!