domingo, 6 de maio de 2012

CINTHYA VERRI LANÇA SEU PRIMEIRO LIVRO


Minha mulher Cínthya Verri faz sua estreia na literatura. Noite de chamar as estrelas com assobios. Noite de alumbramento.  

as xícaras são carícias 
(e as pernas - tremores) 

só me reconheço 
com pouco. 

Noite onde a mesa será maior do que a casa. A sessão de autógrafos de "Constantina" (Edith, R$ 25) do lindo poema acima será na terça (8/5), a partir das 19h, no Restaurante Suzanne Marie (Tobias da Silva, 304), em Porto Alegre (RS).

11 comentários:

Oslo disse...

Como se já bastasse um,
agora temos que suportar dois,
esses versinhos aí em cima são de doer,
mulher de escritor náo é escritora,
é quem arruma as malas e compra as passagens,
cada macaco na sua onda

Daniele Cezar disse...

que lindo esse poema :)

felicidades ao casal poesia!!

Paulo Vitor Cruz disse...

queria ir demais.

*vou lançar livro dia 12 em minha cidade tbm... sinta-se convidado, bróde

abraço.

Ricardo Campos disse...

Um belo poema!

Débora Ramos disse...

Olha só o idiota do primeiro comentário. Se ele não gosta do blog e dos versos por que ele vem aqui falar mal com comentários machistas.

Sério! Que raiva desse tipo de comentário. E mulher de escrior pode ser o que quiser.

vervedirlass disse...

Cada um comente o que quiser. Uns perdem tempo em seus comentários e ganham vaias. Outros tomam as dores pelo "casal poesia". E eu perco tempo em minhas "análises". Só porque ainda não li o livro da autora.
Sucesso no lançamento do seu 1º livro & boas vendas, sinceramente!

ana disse...

Parabėns a Cinthya.
Lançar um livro de poesia ė uma felicidade única, a vida vai se resolvendo em cada rima. Tambėm vou lançar o meu primeiro livro de poesia em agosto. Nāo ė preciso te desejar sucesso, pois quem escreve já sabe que sucesso ė escrever.

Ramiro Conceição disse...

Saudações poéticas...

Maria Gabriela disse...

Fabrício, você vai trazer o livro da Cínthya para a Bienal Rubem Braga - Cachoeiro de Itapemirim - ES?

jocilene brandao disse...

Vi Cinthya Verri no Programa do Jô e como sempre,o apresentador conseguiu condensar e traduzir o quão surpreendente foi o constatar descortinamento das várias habilidades contidas nesta mulher.
Ela viveu um ano em Santarém e relatou a experiência... Sou do Pará-capital e amei a impressão que descreveu sobre nossa região do salgado. Virei admiradora. Fã é Piegas.
Adorei. Exemplo de ser humano!
Como disse, sou do Pará e não poderei acompanhar "in loco" os eventos de lançamento do livro, mas assim que tornar-se comercial, um exemplar irá para a minha estante.

Abraço e bom lançamento.

Anônimo disse...

que ignorante hein Oslo!! vc é machista também? ou tem uma cadeira junto aos Imortais da academia pra avaliar o que é ou não poesia ou escrita de qualidade? RSRSRSRS