segunda-feira, 21 de março de 2011

O MAIS EXTREMO ÓDIO COM O MAIS EXTREMO AMOR

Arte de Harold Gilman


A vingança encharca a literatura e a música, mas seus mistérios jamais serão esgotados.

Vingança é uma arte, o refinamento da carência. Quem procura se vingar do ex ou da ex, na verdade, não cansou de brigar. Não terminou de argumentar. Vingança é discutir o relacionamento sozinho, é discutir o relacionamento à distância, é dedicar o dia inteiro, às vezes a vida inteira, a arquitetar uma forma de chamar a atenção do amante que negou o ouvido.

O luto é destinado aos que amam amar. Vinga-se a pessoa que odeia amar, odeia continuar amando. É o encontro do mais extremo ódio com o mais extremo amor. A união de dois terrorismos.

Vinga-se aquele que acredita que deu mais do que recebeu e que se enxerga ludibriado. Aquele que, durante a relação, cobrava em segredo tudo o que oferecia, listava presentes e gestos. A vingança é o juízo final do avarento amoroso.

Indica também prepotência. O vingador se enxerga superior ao vingado, mais experiente e sábio. Acha que está ensinando seu antigo par. Encarna a figura de professor repreendendo o erro do aluno. Assim como não sofre em vão, somente se humilha para humilhar o outro. Todo sofrimento é arrogante, debitado na conta do desafeto.

O vingador cobiça a última palavra pois não aceita que alguém pense o pior dele. Planeja castigar as supostas distorções e intimidar as possíveis confissões de sua intimidade. O vingador vive por hipóteses. Não entendeu que a última palavra não existe, é uma desculpa para mandar.

A vingança é o mais paradoxal dos atos: um sentimento inteligente em mãos burras e desgovernadas; uma pressa que exige longa paciência e dissimulação. Requer as mais contraditórias atitudes: sangue frio de alguém com sangue quente; calar-se apesar da exagerada vontade de falar.

A vingança fracassa pela ânsia de fama do seu autor. Quem busca se vingar pretende que o outro saiba que foi ele, que não tenha nenhuma dúvida. Deseja dar o troco beijando a boca, olhando nos olhos. Conclui que não adianta nada uma vingança sem remetente. E peca pela ambição, erra ao se expor, porque a represália aguda e exitosa esconde o criminoso para a perfeição do crime; deve ser anônima, gerando a desconfiança, mas não entregando totalmente o seu mentor.

Não conheço vingança perfeita. Não se vingar talvez seja a melhor vingança. Fazer esperar uma resposta que nunca virá.




Publicado no jornal Zero Hora
Segundo Caderno, coluna quinzenal, p. 3, 21/03/2011
Porto Alegre (RS), Edição N° 16646

24 comentários:

Dani Gomes disse...

"A vingança é um prato que se come frio". E não há nada pior que comida fria. Eu dispenso!

http://omundoparachamardemeu.blogspot.com/

Erica Gaião disse...

Concordo quando diz que a vingança é o refinamento da carência. É mesmo! Talvez seja, também, intolerância a não-aceitação. Tem gente que reage a não-aceitação vingando-se. E realmente não entende que: "Não se vingar talvez seja a melhor vingança."

Texto maravilhoso!

Sem enfeite nenhum disse...

Pois é Fabro!

E tem gente que fica parado aí... Faz do vingar-se uma obsessão, uma compulsão. Por trás da necessidade de fazer justiça, redimir os erros, aplacar a dor, está o desejo de acabar com a vida do outro - nem que seja ao custo da própria vida... A vingança aprisiona...
Sábias palavrs de Drummond: " A dor é inevitável. O sofrimento é opcional!" Vingança é, diante da dor, optar pelo sofrimento!

Maravilhoso seu texto!

Grande beijo,

Carolina

Kelli Pedroso disse...

"Não conheço vingança perfeita. Não se vingar talvez seja a melhor vingança. Fazer esperar uma resposta que nunca virá". Clap! Clap! Clap!

Camila Lourenço disse...

"Fazer esperar uma resposta que nunca virá." Sim, essa é a maior vingança.

Anônimo disse...

Não se vingar talvez seja a melhor vingança...Realmente, só quem ama muito perde tempo planejando, formulando, imaginando, uma vingança perfeita. Quem não ama, esquece, deixa de lado sem nenhuma preocupação.

Brenda Chaves disse...

Fabrício,adorei o texto!Vingança empobrece o espírito.''Não se vingar talvez seja a melhor vingança. ''Parabéns!

Por que você faz poema? disse...

"A vingança nunca é plena,
mata a alma e envenena".

Rosinha disse...

Não se vingar talvez seja a melhor vingança. Fazer esperar uma resposta que nunca virá.

PERFEITO.

pricilag disse...

Arrasou!

MaU disse...

Comundo do pensamento que a melhor vingança é não se vingar.
Buscar vingança é beber veneno, é se ferir, é quebrar o espelho.
Talvez a vingança seja uma forma de querer "matar" não o que há fora do ser vingativo, mas sim uma forma desesperada e insana de matar algo dentro de si.
Abraços, meu caro!

Nana Silveira disse...

Parabéns pelo texto, o amor, o perdão, são dons divinos e quem realmente amou, não vinga. “Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus”. (Mateus 5:9)

Luciana disse...

Você sempre tem alguma coisa pra escrever a nós, meros leitores, que sempre se encaixa com uma situação diária-rotineira. Você dá o tapa na cara que ninguém tem coragem de dar. É claro que com muita sutileza e classe. Acredito que seja pelos seus textos e suas verdades, que passei a ler sempre as coisas que você escreve. Pois é uma maneira de nos fazer ficar de frente com nosso próprio espelho. Parabéns!

Tania Aires disse...

Muito bom! A vingança acaba sendo mais prejudicial a quem gasta seu tempo em arquitetá-la.

Aline disse...

Há! Perfeito! Elucidante!

Cecília Sousa disse...

Você e suas análises finas. Você e seus textos. Não me canso de acompanhas de perto!

http://bernardoececilia.blogspot.com/

By K.a. disse...

Gostei demais deste post!!!!!!
Volto sempre!!!

:D

Também quero falar disse...

Quando o tema é amor (ou melhor dizendo, frustração amorosa)o frisson é geral, rsrsrs! Até os mais centrados já choraram a dor de um coração arrebentado, deste modo, todo mundo quer opinar, e dizer que se identifica, de algum jeito (mocinho ou vilão), com o tema(inclusive eu!)!

Anônimo disse...

Ah gente, jogue a primeira pedra...uma vingadinha soh...tem gente que merece!!! Eu to doida pra me vingar de um ex...apesar de saber que ele se afunda sozinho, merece uma pisoteada!!! Rsrsrs

Mariane Carolina disse...

Genial! Quem deseja se vingar, muitas vezes acaba se ferrando, já que demonstra ainda interesse, não que ainda queira aquela pessoa, mas deseja algo dela, seja o seu mal, sua desolação, sempre quer alguma coisa dela e por fim se prejudica querendo afetar o outro indivíduo. Maravilhoso o texto! :)

Joice B. :) disse...

Genial mesmo, mais nada a dizer. Carpinejar sempre escrevendo ótimos textos, expressando em palavras tudo que não conseguimos definir.

Anônimo disse...

E o vingador, no final, volta?

Me conta o fim da história. Preciso saber, preciso entender o inexplicável, o contraditório.

O vingador sofre por medo?

O que se faz, como se faz?

Anônimo disse...

Vi você no Jô - que saco o Jô.

Melhor você escrever, ali falando pelos cotovelos você parecia estar se vingando antes do tempo da linda mulher que tava te acompanhando.

Faz parte do seu show?

Anônimo disse...

Gente. Tudo o q falaram, principalmente acima, esta acontecendo comigo. Nem sei como agir.