sexta-feira, 9 de março de 2012

DIA INTERNACIONAL DO HOMEM

Repare no olhar vingativo dela. Arte de Gerard Dou

Fui criado pela mãe. Sou um feminista de carteirinha. Tudo bem que a carteirinha está atrasada duas mensalidades, mas sou sócio ainda.

Só que a mulher não quer igualdade, quer tudo. Tudo.

O homem está desaparecendo. É quase um animal extinto.

A mulher assumiu o trabalho.

Sem deixar de assumir a casa.

Sem deixar de assumir a criação dos filhos.

Sem deixar de sair e se divertir.

Sem deixar de planejar as férias e o descanso.

Ela não separa um único espaço para nós, machos, comprovarmos nosso talento. Justificar nossa permanência na terra e no CTG.

Ela manda no lazer. Ela manda no sexo. Ela manda na família. Ela manda no dinheiro.

Agora faz churrasco (e também a salada). Agora ela apita futebol. Agora bebe mais do que a gente. Agora assiste UFC. Agora abre potes de pepino. Agora conserta chuveiro. Agora estaciona em lugares impossíveis. Agora carrega as compras. Agora cospe na rua. Agora palita os dentes. Agora coça o saco. O nosso saco.

Bah, por favor, não demita seu marido, reserve uma tarefa para ele.

Matar baratas, por exemplo.

Finge que não gosta delas, sobe na cama, grita ahhh, por compaixão a nós, homens.

Para mostrar que servimos para alguma coisa.

Não nos tire a coragem de matar baratas.

O chinelo na mão é o que nos restou da macheza.

Ouça meu polêmico comentário na manhã de sexta (9/3), na Rádio Gaúcha, no programa Gaúcha Hoje, apresentado por Antonio Carlos Macedo e Jocimar Farina:

14 comentários:

Cinderela disse...

Sobre a arte: ela está dizendo "Você não perde por esperar". HAHAHAHAHA aaaaai como eu amo ser mulheer!!!!

Anônimo disse...

Muito bom. Voce é ótimo.
Carmem

✿ chica disse...

Eu te ouvi lá e adorei! rs


esonsio

Simone MartinS2 disse...

"...e na figura ela pensa:'Ah, querido, como eu te amo! Vou lhe servir de um bom trago de vinho tinto e depois, embriagado, eu tomo-lhe o dinheiro todo!"
rsrsrs...Adorei brincar, mas vou ser sincera, metade de mim é mulher que venceu na vida, pois sou uma profissional realizada, sou Mãe e esposa de uma familia linda! e por fim, sou Mulher ainda!
(pois conheço muitas que depois de anos, trocaram de lado, literalmente, com o homem)A outra metade, sente medo do futuro, da solidão, de ficar sem seu cobertor de ouvido, dos roncos,de sua presença unica e fiel. Na verdade, minha outra metade, vejo como uma verdadeira Amélia, pedindo carinho, atenção e proteção! Pedindo para que ele esteja ali, do meu lado, para matar as baratas que ousarem me assutar...Desculpe, me empolguei...rsrs
Adorei teu texto, mostra reconhecimento pela existencia desses pobres seres indefessos...Nós, as Mulheres!
Abraços

Angela disse...

Sempre escuto o Macedo e adorei conhecer o teu trabalho. Amei o polêmico comentário de hoje (e todos os outros tb) e concordei com (quase) tudo rsrsrsrs pois cuspir no chão "ainda" não estou fazendo... Apoio tb, junto com o Tulio, vc todas as manhãs na Gaúcha! Podes ter certeza que tu fazes o nosso dia ficar bem mais leve e alegre e, dá um desconto para os mal-humorados de plantão, eles, com certeza, não sabem o que
dizem, deveriam, sim, "matar mais baratas"kkkkk bjo querido e continue sempre com a tua melhor risada (adorooooo)Obrigada!!!

LuSinger disse...

Gostei muito de seu posting e também das ilustrações ( colagens). Valeu!
Lucia - www.arte-XXI.blogspot.com

Anônimo disse...

A mulher que trabalha fora, acaba deixando os filhos o marido e a casa em segundo plano, isso é fato.Mesmo assim, bolo texto Fabro.

Helenira disse...

Ouvi a interpretação hoje pela manhã na rádio gaúcha! Fantástico! Amei! Parabéns, você é bom demais!

Jeane Blankenheim disse...

Ouvi. Mto bom.

Pinky disse...

Fabrício:
Essa foi a tua melhor participação no gaúcha hoje!

Eu ria alto enquanto dirigia!

Falou toda a verdade!

Abraços

Fernanda

Lorraine disse...

aiiiiii, amei tá! (leia como um grito beeeeem de menina!)

mas olha, sinceramente, não gosto desse papo de que mulher tem que fazer tudo o que o homem faz. isso aí é feminismo deturpado.
o movimento feminista apenas quer o respeito pela mulher em sua condição de mulher.
ninguém é pior que ninguém, apenas dividimos os mesmo planeta e cada um tem que abraçar tua função sem se sentir diminuido, explorado ou violentado por isso.

beijos

Anônimo disse...

Que horror...

"A mulher que trabalha fora, acaba deixando os filhos o marido e a casa em segundo plano, isso é fato."

Não acredito que mulher quer tudo! Acho que ela quer o direito de fazer tudo. Ser a protagonista de suas escolhas sem a culpa de que está sacrificando os filhos, o marido, a casa, a carreira.

Anônimo disse...

Nossaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa to morrendo de pena dos homens,mo tadinho! Execeto os que prestam: Vão se FODER bando de pamonhas!

Anônimo disse...

pera e se falo que o homem ta sendo instinto cara namoral néssa se izagero, a mulher comanda o homem que isso a mulher ta loca éla que agua éla que isso tals, acha que o homem aguenta, que isso mulher assim os machos não namora mais com a mulher que tava.
e so vai namora as que não faiz isso.