terça-feira, 16 de abril de 2013

DEPOIS DOS 35 ANOS



Arte de Sigmar Polke

A cantora e ex-primeira dama da França, Carla Bruni, falou em entrevista para a revista Veja algo que acredito muito.

Que depois dos 35 anos, a beleza é resultado da simpatia, da elegância, do pensamento, não mais do corpo e dos traços físicos.

A beleza se torna um estado de espírito, um brilho nos olhos, o temperamento.

A sensualidade vai decorrer mais da sensibilidade do que da aparência.

Uma mulher chata pode ser bonita antes dos 35 anos.

Uma mulher burra pode ser bonita antes dos 35 anos.

Uma mulher egoísta pode ser bonita antes dos 35 anos. 

Uma mulher deprimida pode ser bonita antes dos 35 anos. 

Uma mulher desagradável pode ser bonita antes dos 35 anos.

Uma mulher oportunista pode ser bonita antes dos 35 anos.   

Uma mulher covarde pode ser bonita antes dos 35.

Depois, não mais, depois acabou a facilidade. Depois o que ilumina a pele é se ela é amada ou não, se ela ama ou não, se ela é educada ou não, se ela sabe falar ou não. 

Depois dos 35 anos, a beleza vem do caráter. Do jeito como os problemas são enfrentados, da alegria de acordar e da leveza ao dormir. 

Depois dos 35 anos, o sexo é o botox que funciona, a amizade é o creme que tira as rugas, o afeto é o protetor solar que protege o rosto. 

A beleza passa a ser linguagem, bom humor. A beleza passa a ser inteligência, gentileza. 

Depois dos 35 anos, só a felicidade rejuvenesce. 

Ouça meu comentário na manhã de terça-feira (16/4) na Rádio Gaúcha, programa Gaúcha Hoje, apresentado por Antonio Carlos Macedo e Daniel Scola:


15 comentários:

mirandafialho disse...

Genial este post, parabéns! E realmente, o que conta para a mulher depois dos 35 é o charme...

Bruno Lonx disse...

Rs, na verdade, o que muda é o olhar do homem para as mulheres de uma forma geral. Depois dos 30, a gente naturalmente passa a dar mais importância ao que a pessoa é do que aquilo que enche a vista, aos encantos que duram pouco. Até porque a gente se acostuma com beleza.

Anônimo disse...

Gostaria de saber o link da revista Veja onde Carla deu este depoimento.
Obrigada!

Atenciosamente,

Elaine

Paula Marques disse...

Não confie em ninguém com mais de 30 anos. Eles sabem demais.

Flavia Oliveira disse...

Aqui o link para a entrevista http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tema-livre/entrevista-carla-bruni-sarkozy-ex-primeira-dama-ex-modelo-cantora-e-compositora-o-belo-fruto-de-um-caso-de-amor-ela-fala-ate-de-seu-pai-biologico-que-vive-no-brasil/ "A beleza, depois de certa idade, está muito mais ligada à elegância, à simpatia e à inteligência. Até os 35 anos de idade, mesmo uma pessoa desagradável pode ser considerada bonita. Depois, não mais."

Anônimo disse...

Tout d´accor. gisele Moçambique

marcio moutinho disse...

Kkkk serio depende muito!

Patrícia Albuquerque disse...

Sinceramente, não concordei com o texto. O texto generaliza muito. Se a gente fosse levar para uma discussão saudável sobre o tema e o conteúdo como um todo, muitas controvérsias seriam colocadas em pauta. Minha mente foi além quando li esse texto... Muitas questões a serem pensalas e discutidas, além da diversidades de mulheres que existem. Enfim, não gostei.

Patrícia Albuquerque disse...

Depende muito. Texto muito vago...

Patrícia Albuquerque disse...

*pensadas*
*das diversidades*

Victor Aede disse...

De fato existem colocações muito extremas no texto, concordo com partes, não desmereço ele. Acredito que depois dos 35 o filtro da vida melhora, a pessoa passa a interagir, entender melhor o mundo em sua volta. Reflito dessa forma por mim, por perceber que esse filtro mais apurado vem depois de certa quilometragem em vida, por conta disso digo, nem tudo está perdido no texto, existem coisas a serem aproveitadas e compartilhadas.

Victor Aede disse...

concordo em partes*

Patrícia Albuquerque disse...

É verdade Victor... Concordo com vc. Entendo que fui um pouco rígida com a análise do texto, mas acredito que minha justificativa seria devido muitas pessoas acreditarem em tudo que está escrito, e sabemos que muitas pessoas são facilmente levadas a acreditar em tudo que leêm, ouvem, assistem..., e isso, muitas das vezes, acaba confundindo e influenciando a mentalidade de algumas pessoas.
Acredito que a caminhada da vida de cada um, cada vivência e experiência, é que vai dizer o que cada um sente e vê o mundo a sua volta.
E realmente como vc disse, depois dos 35 anos o filtro da vida melhora, fica mais apurada... Sinto bem isso no rumo aos meus 40 anos, rsrsrs. São momentos únicos e a cada ano que passa fica ainda melhor.
Bom, que as pessoas então possam refletir sobre o texto e fazerem a sua própria análise após os seus 35 anos. rs

Victor Aede disse...

Estamos juntos na mesma levada Patrícia, pelo lado de cá é since 1980, rsrs, agradecido, brilhando em vida e sorrindo à toa.

Patrícia Albuquerque disse...

E pelo lado de cá é since 1978, rsrsrs... Só falta 1 ano, mas já me sinto com o pé e a mentalidade dos 40. Me preparando para chegar lá mais linda, maravilhosa e radiante. rsrs
Tamo junto!!