sexta-feira, 1 de março de 2013

NECESSÁRIO DIZER

Arte de Antonio Pollaiuolo

Pretende ter um homem para chamar de seu? Renove seu vocabulário. Procure um sinônimo que não traga insegurança e medo da concorrência.

Homem é filho único do amor. Homem gosta de se se sentir necessário mais do que amado.

Não diga que é “melhor um pequeno brincalhão do que um grande bobalhão”, diga que seu equipamento é inesquecível.

Não diga que ele só pensa em trabalho, diga que ele é bem-sucedido.

Não diga que ele é grosseiro, diga que ele é selvagem.

Não diga que ele é tarado, diga que ele é saudável.

Não diga que ele complica, diga que ele exagera.

Não diga que ele é velho, diga que ele sabe tudo.

Não diga que ele é esquecido, diga que ele é distraído.

Não diga que ele é avarento, diga que ele é econômico.

Não diga que ele é um fracassado, diga que ele é humilde.

Não diga que ele é feio, diga que ele é sedutor.

Não diga que ele é simpático, diga que ele é charmoso.

Não diga que é prepotente, diga que ele é influente.

Não diga que ele é cafona, diga que ele tem estilo próprio.

Não diga que ele dirige mal, diga que ele é cauteloso.

Não diga que ele é chato, diga que ele não pára quieto.

E não diga nada durante o futebol, apenas durante o futebol.

Ouça meu comentário na manhã de sexta-feira (1º/3) na Rádio Gaúcha, programa Gaúcha Hoje, apresentado por Antonio Carlos Macedo e Daniel Scola:
 

4 comentários:

Mile Almeida disse...

Adorei! Assim como o texto BENDITA é de grande utilidade para os homens, esse é bem útil às mulheres.

ana disse...

Os poetas, na minha opinião são superdotados afetivos. Sāo as únicas pessoas capazes de perceber as sutilezas dos relacionamentos e fazer de qualquer relação, de amizade ou de amor algo surpreendente, diferente das relações usuais, porque os poetas sāo dedicados, observadores e intensos.

Denise S. disse...

o manual da amélia dois ponto zero.

Nati disse...

E dai temos que fazer vista grossa pra incompetência dos homens que surgem na nossa frente, daqui a pouco eles tão nos coordenando se fizermos isso. Temos que fazer com que eles tomem tenência para se tornarem homens de verdade. Beijo