quarta-feira, 7 de julho de 2010

JÔ!


Sou o convidado do Programa do Jô na noite dessa sexta (9/7) para falar sobre Mulher Perdigueira. Foi o legítimo vodu da ironia, um alfinetando o outro sem parar. Mais não adianto. Não perca a guerra de risadas e provocações.

29 comentários:

Rosane Uchikawa disse...

Obaaaa !

Tania regina Contreiras disse...

Preciso lembrar pra conferir...
Abraços,
Tânia

Alana Ávila disse...

Não perco por nada
ahahahahaha

Claudia disse...

Já coloquei lembrete no celular. Não quero perder!!!

juliana disse...

Não perco você no Jô por nada nesse mundo.Bjos Fabro.

Rodrigo disse...

Já tinha te ouvido na PopRock, então não posso perder no Jô, né?

Abraço!

P. __ Apenas uma letra e ponto. disse...

Estarei esperando pra conferir. Bjos

Anônimo disse...

você não passa de uma afetado egocêntrico e hedonista.

Sylvio de Alencar. disse...

Muito bom.
Enquato escrevo, ouço vc no programa.
Ser o que a gente é, é uma prioridade, requer sabedoria.

Vc ficou bem na fita.
Escreves muito bem!

Abrçs.

Ana SS disse...

Certamente vou ver. Mas certamentíssimo!
Rs...

Deni disse...

imperdível!

Karine Melo disse...

Que boomm saberrr!!!

imperdíveel, com certeza!!

Lia Araújo disse...

Uebaaaaa!
Vou divulgar!

bjos

Juliana disse...

Ai Caramba! Grava e poe no youtube logo em seguidaa! Estou em Buenos Aires..
nao vou conseguir ver!!
Aaaah!

T haís. disse...

E quem que acompanha esse blog vai deixar de ver?

Camila disse...

Encantador como sempre, um delícia de ver e ouvir

Jefferson Xavier - Jex disse...

sou fã de carterinha há anoooooooos.
adoro!!!

Marione disse...

Adorei tua entrevista no Jô, dei muitas risadas, parabéns pelo talento e pela alegreia de viver. beijos

Sonhadora disse...

Adorei...Ri muito parabéns.
Fiquei curiosa com a história do quadril no ouvido que infelizmente vc não terminou pq desviaram do assunto...

Moderador disse...

Muito engraçado! O Jô se viu em maus lençóis várias vezes... Tu és um cara imprevisível mesmo, heim?
:-)

As partes em que eu e minha esposa mais rimos foi quando "provaste" que o Jô era gay... Muito hilário!!!
:-)))

(Depois do Jô levar a pior de novo no final, tentou te alfinetar e encerrou a entrevista rapidinho, pra escapar... Que malandro!)
(rsrsrs)

Ramiro Conceição disse...

O POETA E O PAQUIDERME
by Ramiro Conceição



Dentre tantos sinônimos de “escritor”, na língua portuguesa, um deles é “plumitivo”, que está associado a tantos outros: chuvoso, desprotegido, desprovido, escasso, indigente, infeliz etc. Ou seja, é um lado da moeda da face de quem escreve.

Por outro lado – ainda bem que há sempre um ou muitos lados! -, “escritor” pode também estar associado a, por exemplo, autor, agente, descobridor, inventor, pai etc.

Faz, aproximadamente, 11 anos que nos conhecemos literariamente, desde à época da “Escrituras”, lembra caro Fabro? Pois bem, é deste lado, deste e neste tempo, que o considero - com respeito.

Ontem - hoje de madrugada - vi a sua entrevista no Jô. Desde o início, estranhei a postura do paquidérmico entrevistador. Primeiro, tentou um deboche sobre sua fala, sua pronúncia, sua articulação fonética, mas procurando o quê? O escárnio, a zombaria, o desacato a alguém que, por mérito, ganhou um Jaboti. Foi como se dissesse: “Vejam, senhoras e senhores, este traste aqui ao lado, sentado à minha direta num plano inferior ao meu, é um literato!”.

A utilização da caixa de lenços – foi um lamentável sintoma de decadência!

Não satisfeito, o paquidérmico partiu para o deboche com a sua enamorada, como a dizer: “Pô, por que uma garota bonita está com este desajustado social?”

Ainda mais: o lamentável foi que você foi impedido de completar qualquer conceito! O cara, caro Fabro, teve como objetivo, a todo momento, o expor ao ridículo! O cara, caro Fabro, não respeitou sequer quando você tentou explicar a origem de “Carpinejar”! Só este tema daria uma extraordinária entrevista!

Foi uma verdadeira luta de boxe, porém o espaço - não um ringue! - era à divulgação de uma obra literária em nosso pobre país infeliz…

Se o cara é gay ou não – que se foda o cu paquidérmico! O fundamental era a “Mulher Perdigueira” que, praticamente, não foi apresentada.

Caro Fabro, já lhe disse num outro post: “A sua Literatura já caminha por si…

À MERDA A MÍDIA!

Sei, claramente, da extraordinária dificuldade de se viver de literatura e manter-se, principalmente, íntegro. Minhas sinceras…

- SAUDAÇÕES POÉTICAS!

Ramiro Conceição disse...

Em tempo. Errata é óbvio que é JABUTI

Walter Pietsch disse...

A maior vontade de te ler está justamente no que não foi dito . Acho que a apresentação do seu livro no Jô não poderia ter sido melhor. A propaganda do lançamento foi feita e como foi...
O seu luxo está longe de ser vaidoso.
Maravilha!!!

Roberto natal-rn disse...

Me tornei fã do cara!!!!!!!!!!!!!!!!
Seus comentarios são ideias altamente inteligentes. Trata suas ideias de forma madura e inteligente! a primeira vista, pensei q era mais uma figura louca a ser entrevistada pelo jô, porem colocou o cara no bolso!!!!
nao faça mais isso, jô ficou com medo da globo mandar ele ir embora e coloca-lo no lugar dele!!!!

ƸӁƷBeautiful Butterfly WomanƸӁƷ disse...

MARAVILHOSOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

"by Ramiro Conceição"
Me escreve um texto merda desse falando coisas que não tem sentido nenhum e ainda coloca o nome em destaque como se tivesse escrito alguma maravilha. "Foi uma verdadeira luta de boxe" Não venha descontar aqui a sua inveja ou desgosto pelo apresentador. Se vc quer fazer uma análise ao menos diga a verdade, não transforme uma entrevista descontraída (característica do Jô, ótimo apresentador diga-se de passagem) em uma "luta de boxe".
"O POETA E O PAQUIDERME"
by Ramiro Conceição
Me faz rir vc achar que escreveu um best-seller nesse tópico onde só encontro besteira...
"O cara, caro Fabro, teve como objetivo, a todo momento, o expor ao ridículo!"
Pelo amor de deus, é louco?

Cláudia Crosara disse...

Sou de Sertãozinho-SP e neste ano de 2010 vamos tê-lo como Patrono de nossa 8a Feira do Livro.
Estou lendo muita coisa a seu respeito e muitas coisas que você escreveu... Estou amando... Bjs!

CRISTINA MORENO disse...

Sou de Sertãozinho (SP) e estou muito feliz por
ter aceito o convite de patrono de nossa 8ª Feira do Livro.
Estou lendo Mulher Perdigueira e adorando!
Abração e até agosto!

Neuzinha Pignata disse...

Que bom que você será o Patrono da 8ªFeira do Livro de Sertãozinho-SP. Assisti a sua entrevista no Jô e amei. Gosto do seu estilo irreverente, ficarei feliz em vê-lo pessoalmente! Beijos!