domingo, 10 de fevereiro de 2013

QUASE PERFEITO — Consultório sentimental de Carpinejar

"O MARIDO FUGIU COM MINHA IRMÃ"

Arte de Salvador Dali

“Sou casada há 18 anos e tenho quatro filhos. Minha irmã mais velha é casada há 25 e tem três filhos. De uns tempos pra cá, notei que ela e meu marido estavam muito próximos. Ele trabalhava no restaurante dela, voltava pouco pra casa, praticamente abandonou a família. Desconfiei do caso, mas minhas amigas disseram que era loucura, que minha irmã jamais faria isso. Não aguentei e joguei verde com meu marido, disse que sabia tudo. Ele ficou desesperado, saiu de casa, os dois abandonaram as famílias e fugiram juntos. Não sei onde eles estão. O que eu faço? Um abraço, Liége”

Querida Liége,
 
Pode me chamar de moralista. Sou moralista. Hoje é um crime ter moral. Parece que é uma virtude não possuir valores e aceitar qualquer coisa.
 
Careço de capacidade para banalizar a intimidade. Surpreendo-me com a tristeza. Meu pessimismo é sempre inédito.
 
O que aconteceu com você, Liége, foi uma dupla covardia. Ele traiu pelas costas e ainda fugiu. Não honrou a palavra dentro e fora de casa. Tornou-se um impostor mais do que um mentiroso.
 
O que machuca é acabar sendo a última a desvendar a trama, é ser alvo de fofocas, é ser motivo de pena entre os parentes e os amigos. É pertencer a uma história secreta no bairro, e ficar vulnerável à maldade dos vizinhos. É pressentir a tragédia e suportar a alcunha de louca. É dar inúmeras chances para a confissão do caso, e ele não aproveitar nenhuma delas.
 
Se vai trair, conta antes, conta logo. Assume o desejo. Nomeia o desejo. Abraça o desejo. Explica que se apaixonou, não finge normalidade quando as evidências gritam o contrário.
 
Há uma tendência da infidelidade de deixar acontecer para depois decidir. É como se o infiel precisasse provar para optar. Ou se enredar tanto nas mentiras até ser descoberto.
 
Homem não decide, homem estraga sua vida para assim ser obrigado a mudar.
 
Não custava confessar a insegurança e a confusão emocional quando sentiu a atração. Seria trágico, mas contornável. Seria horrível, mas superável.
 
O que ele aprontou é exemplo da falta de exemplo num macho.
 
Não respeitou sua relação com a irmã.
 
Não respeitou dois casamentos longos.
 
Não respeitou os próprios filhos e os sobrinhos.
 
Não respeitou o ambiente profissional e misturou sexo com serviço.
 
Não respeitou o passado e o futuro ao recusar o dever da despedida.
 
Portanto, querida, não faça nada, tudo já está feito.
 
Lamento mesmo é a inveja monumental da irmã. Ela queria sua vida, mas nunca terá sua dignidade.
 
Publicado no jornal Zero Hora
Coluna semanal, Caderno Donna, p. 7
Porto Alegre (RS), 10/02/2013 Edição N° 17339
Preservamos a identidade do remetente com nome fictício.

26 comentários:

Anônimo disse...

Situação delicada, mas infelizmente bastante comum. Uma "aventura" assim destrói famílias, rompe sentimentos, cria intrigas... Enfim é uma avalanche de coisas ruins que vão ocorrer. A paixão existe, mas nesse caso acho que deveria ser ignorada ou tratada de forma limpa.
Eu tenho meus cunhados como irmãos, não consigo enxergar sensualidade neles e minhas irmãs sempre como minhas melhores amigas.

Késia - namoróticos anônimos disse...

Já antevi a tragédia e fui tida como louca também, até bolar um plano e pegar o rato com verde arapuca.

Quanto a essa mulher, nada há a ser feito, exceto retomar sua vida e lutar contra a autodestruição causada pela mágoa e o ressentimento. Saber que se é superior, que se tem dignidade, já deve ser o suficiente para não lamentar a sorte ou rememorar, a cada respiração, a tristeza causada por seres indignos de qualquer sentimento, bom ou ruim.

Késia
http://namoroticosanonimos.wordpress.com/

Jesyka Lemos disse...

Meu Deus, estou chocada!

Anônimo disse...

Qto exagero!! Se acabe se apaixonar estando casado é pq o casamente era uma bela droga isso sim!! a covardia é o banana não ter colocado as cartas na mesa e encerrar a historia de maneira digna e honesta.
Qto a irmã bom... ai ja acho que é karma mesmo!!
Kriska

Anna Paula Barp disse...

Concordo plenamente com sua frase: "Hoje é um crime ter moral. Parece que é uma virtude não possuir valores e aceitar qualquer coisa."
Muita coisa do avesso, o normal é a inversão de valores.Fica estranho valorizar o que realmente é de valor, o que realmente devemos nos preocupar e que faz muita diferença em nossas vidas.

ana disse...

Fabricio, nao se trata de moral, mas de ética, de carater. De colocar a razao acima das paixoes e de buscar nao apenas a felicidade individual, mas coletiva. Voce nao é moralista, voce é ético.

Anônimo disse...


Enfo !!! (Expressão usada pela minha tia qdo se dá um cheque mate em alguém ou em uma situação)Enfo!!!Fabrício disse tudo. Faltou mesmo dignidade. A maioria das pessoas nao tem coragem de dizer não ou adeus. Ser digna e suportar a princípio nao faz sentido perante a dor da traição, mas com o tempo ela nos protege, nos acalenta e nos mantem fortes.

Anônimo disse...


Enfo !!! (Expressão usada pela minha tia qdo se dá um cheque mate em alguém ou em uma situação)Enfo!!!Fabrício disse tudo. Faltou mesmo dignidade. A maioria das pessoas nao tem coragem de dizer não ou adeus. Ser digna e suportar a princípio nao faz sentido perante a dor da traição, mas com o tempo A DIGNIDADE nos protege, nos acalenta e nos mantem fortes.

Obat kolesterol disse...

thanks so much for all the info friend , and I really love the article,,,,,,,

JuSP disse...

Gzus a pessoa está sofrendo e ainda tem pessoa que comenta "o casamento era uma droga mesmo" ...legal né culpar a VÍTIMA ?
Então vamos lá :casa , aguenta 18 anos do lado de um homem , tem filhos com ele , DEPOIS vem falar de casamento de droga e demais generalizações ...Mesmo que tivesse uma droga ele não tinha o direito de sair com a IRMÃ dela e ainda por cima ferre filhos e sobrinhos .
Desejo todo mundo pode ter , mas tem que haver a CONSCIÊNCIA para parar e pensar " não vou fazer isso pq sou um ser HUMANO e não um BICHO motivado pelo tesão".

E que vc tenha forças para aguentar essa dupla traição e sinceramente NUNCA mais perdoe nenhum dos dois , pq eles não merecem nada !

Obat kolesterol disse...

thanks so much for all the info friend , and I really love the article,,,,,,,

Roseli Vaz disse...

Fabrício, feliz por saber que ainda existem homens que, realmente, respeitam um relacionamento, ou a família, ...
E, para ela digo que um dia você olha para cada um deles e consegue perdoar, por perceber o quanto somos felizes sem essas pessoas vazias que nos cercavam, e hoje sabemos quem são.
E nós,Liége, bom, nós, olhamos nos olhos deles e agradecemos a Deus, por sermos, Realmente, Felizes depois de tudo!

Anônimo disse...

Eu sou uma moralista como voce!! Penso que nao somos animais irracionais, cachorros que ficam no cio e fazem tudo em modo automatico!!
Que no mundo passam a existir mais moralistas porque se esse for nosso maior pecado, amem!

Fernando Bandeira disse...

Parabéns pelos seus escritos, seu Blog. Adicionei um link no meu Blog para acessar o seu, se possível veja lá www.ismaelmachado.blogspot.com.br Abraço, Ismael Machado

obat seks dingin disse...



thanks on the info

obat cepat hamil disse...


very good information

obat ereksi lemah disse...

stout lesson I can take

obat kuat tahan lama disse...


greetings from Indonesia

onbat impotensi disse...

ok

Obat hipertensi disse...

thanks a lot and greetings successful infonya friend wrote,,,,,,,,,

Obat asam urat disse...

thanks so much for all the info,,,,,,,

Ana Carolina disse...

ABSURDO define.coisa de louco.que irmã e que marido são esses?

Ana disse...

jumali lseu ponto de vista é sempre iluminador, genial.
Mas na semana passada e nesta me pareceu parcial.
Quem permanece casado é mal visto: hipócrita, conformista.
A jornalista Marília Gabriela agiu assim.
A sociedade cobra coisas contraditórias.
No banheiro feminino da maior escola pública de Curitiba há xingamentos, humilhações contra meninas (nomes citados) que se vestem e se comportam de acordo com os códigos de conduta aceitos pelo próprio colégio! Mas menina recatada é segregada. Qual alternativa?
As pessoas que fazem escolhas erradas sofrem. E ninguém erra sozinho.

Carolll disse...

Mandei um email, queria tanto uma resposta...

MááH disse...

Não conseguiria imaginar palavras melhores do que as suas para conforta-la.

Anônimo disse...

os dois traidores são uns p....só o q define e pronto